sicnot

Perfil

Economia

Ministro das Finanças diz que não há alterações nos escalões de IRS

O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse hoje que não haverá alterações aos escalões de IRS este ano, na conferência de imprensa de apresentação do esboço do Orçamento do Estado para 2016.

(Arquivo)

(Arquivo)

(SIC/Arquivo)

"Não há nenhuma alteração aos escalões de IRS no orçamento de 2016", afirmou Centeno aos jornalistas, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

No Orçamento do Estado deste ano havia a dúvida sobre se o Governo ia aumentar o número de escalões de modo a aumentar a progressividade do IRS.

Em 2013, o então ministro das Finanças Vítor Gaspar, do Governo PSD/CDS-PP, alterou os escalões do IRS - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares, que passaram de oito para cinco.

As taxas de imposto da tabela atual são a taxa mínima normal de 14,50% para rendimento coletável até 7 mil euros por ano, 28,5% entre 7 e 20 mil euros, 37% entre 20 e 40 mil, 45% acima de 40 mil e até 80 mil euros por ano e, por fim, 48% para rendimentos acima de 80 mil euros por ano.

Lusa

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.