sicnot

Perfil

Economia

Ministro das Finanças diz que não há alterações nos escalões de IRS

O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse hoje que não haverá alterações aos escalões de IRS este ano, na conferência de imprensa de apresentação do esboço do Orçamento do Estado para 2016.

(Arquivo)

(Arquivo)

(SIC/Arquivo)

"Não há nenhuma alteração aos escalões de IRS no orçamento de 2016", afirmou Centeno aos jornalistas, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

No Orçamento do Estado deste ano havia a dúvida sobre se o Governo ia aumentar o número de escalões de modo a aumentar a progressividade do IRS.

Em 2013, o então ministro das Finanças Vítor Gaspar, do Governo PSD/CDS-PP, alterou os escalões do IRS - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares, que passaram de oito para cinco.

As taxas de imposto da tabela atual são a taxa mínima normal de 14,50% para rendimento coletável até 7 mil euros por ano, 28,5% entre 7 e 20 mil euros, 37% entre 20 e 40 mil, 45% acima de 40 mil e até 80 mil euros por ano e, por fim, 48% para rendimentos acima de 80 mil euros por ano.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.