sicnot

Perfil

Economia

Taxa sobre sacos de plástico rende 1,5 M€ em 2015

A taxa sobre os sacos de plásticos rendeu, em 2015, rendeu 1,5 milhões de euros, menos que o previsto pelo governo.

A previsão era que a nova taxa rendesse os 40 milhões de euros mas o encaixe conseguido ficou apenas em 3,75% que o previsto.
A taxa sobre os sacos de plástico foi introduzida pelo executivo de Passos Coelho num projecto de mudanças fiscais a que chamou fiscalidade verde. Não atingiu a meta em termos de dinheiro, mas levou a uma mudança de hábitos, com os consumidores a trazerem os sacos de casa.

  • Estado recebeu até agora 1,6 milhões de euros com taxa dos sacos plásticos

    Economia

    O Estado recebeu até ao momento 1 milhão e 600 mil euros com as taxas sobre os sacos de plástico leves. É o valor pago pelos comerciantes, ainda durante o período de transição, pelos sacos que tinham em stock antes da entrada em vigor da nova lei. O estado espera receber 40 milhões de euros com a medida, mas deve ficar muito abaixo desse montante. De acordo com o jornal Público, o Ministério do Ambiente ainda não quer divulgar quantos sacos taxados a 10 cêntimos foram comprados pelos consumidores, porque ainda não terminou o prazo para as empresas comunicarem esses números. A maior parte dos hipermercados pura e simplesmente deixou de vender os sacos de plástico que são obrigados a pagar imposto.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.