sicnot

Perfil

Economia

Pharol entra com ação contra Zeinal Bava, Granadeiro e Pacheco de Melo

A Pharol anunciou esta segunda-feira que entrou com uma ação de responsabilidade contra os seus antigos administradores Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Luís Pacheco de Melo por "violação dos respetivos deveres legais e contratuais", nomeadamente devido ao investimento na Rioforte.

Zeinal Bava (Arquivo)

Zeinal Bava (Arquivo)

STEVEN GOVERNO / Lusa

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMMV), a empresa adianta que a ação deu entrada hoje no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e visa os três ex-administradores da PT SGPS, atual Pharol SGPS, pela "violação dos respetivos deveres legais e contratuais, nomeadamente o dever de submeter a aprovação prévia, pelo Conselho de Administração, a realização de aplicações em instrumentos de dívida emitidos por sociedades integrantes do Grupo Espírito Santo [GES], bem como o dever de implementar um sistema de controlo interno adequado à existência de aplicações com tal natureza".

A Pharol adianta que a "violação dos referidos deveres foi causa de prejuízos diversos, sendo 54.900.000,00 euros já apurados em virtude de os montantes investidos, ao longo do tempo, não terem sido aplicados no normal desenvolvimento do objeto social da Pharol, bem como de demais prejuízos a liquidar em execução de sentença".

Assim, "o Conselho de Administração dá cumprimento à deliberação da assembleia-geral" da empresa, de 31 de julho do ano passado, no prazo de seis meses legalmente previsto.

"Conforme anteriormente comunicado, não fica prejudicado o direito de a Pharol vir a responsabilizar outros administradores eleitos para o triénio 2012/2014 ou terceiros que, de alguma forma, tenham tido responsabilidade por danos causados à Pharol em consequência e/ou relacionados com investimentos em instrumentos de dívida emitidos por entidades integrantes do Grupo Espírito Santo", conclui.

Lusa

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.