sicnot

Perfil

Economia

Reestruturação da dívida "tem de avançar em Orçamento logo que possível"

O ex-líder do BE Francisco Louçã defendeu hoje que a reestruturação da dívida deve fazer parte de um Orçamento do Estado logo que possível, pois só assim a economia portuguesa e a banca poderão fazer face ao problema estrutural de dependência externa.

Lusa

Lusa

HUGO DELGADO

"A reestruturação da dívida impõe-se não por mania polémica de alguns economistas a quem faltam outras soluções mas porque não há nenhuma outra solução. Essa decisão terá de ser tomada em algum Orçamento [do Estado], tão cedo quanto possível", afirmou o também economista e professor universitário numa conferência em Lisboa sobre o sistema financeiro português.

Para o antigo dirigente do Bloco de Esquerda, tal como acontece na economia portuguesa, um dos problemas estruturais do sistema financeiro português é a "sustentabilidade financeira, o seu modo de financiamento", dependente em grande parte de recursos exteriores.

"Não é aceitável, concebível, que um sistema financeiro para as suas necessidades de liquidez dependa do exterior em permanência", afirmou Francisco Louçã, considerando assim que uma reestruturação da dívida também teria impacto positivo na banca, até porque estaria menos vulnerável face aos choques externos.

Já no verão de 2014, antes do resgate do BES e bem antes da resolução do Banif, Louçã apresentou em conjunto com outros economistas uma proposta de reestruturação da dívida pública neste caso dos bancos portugueses, através de um processo de resolução bancária sistémica em que eram chamados os credores dos bancos para uma negociação.

O objetivo era reduzir a dívida líquida externa de Portugal.

De acordo com o Banco de Portugal, no final de 2014, a dívida externa líquida representava 104,2% no Produto Interno Bruto (PIB). Os valores de 2015 ainda não estão disponíveis.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.