sicnot

Perfil

Economia

BPI passa de prejuízos a lucros de 236,4 milhões de euros em 2015

O Banco BPI teve um lucro líquido consolidado de 236,4 milhões de euros em 2015, o que compara com os prejuízos de 163,6 milhões de euros registados em 2014.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

O presidente executivo do BPI, Fernando Ulrich, está hoje a fazer a apresentação dos resultados do banco em Lisboa.

O lucro líquido, diz a informação disponibilizada pela instituição, é resultado de 93,1 milhões de euros conseguidos na atividade doméstica e 143,3 milhões de euros das operações internacionais.

No que toca à atividade internacional, o Banco de Fomento Angola (BFA) contribuiu com 135,7 milhões de euros e o BCI (Moçambique) com 9,4 milhões de euros para os resultados do grupo.

A nível consolidado, é de realçar as subidas significativas da margem financeira (29% para 663,4 milhões de euros) e do produto bancário (37,8% para 1.181,9 milhões de euros).

Já o resultado operacional cresceu 175% para 511,3 milhões de euros.

Os custos de estrutura recuaram ligeiros 0,1% para 670,6 milhões de euros.

O rácio de transformação de depósitos em crédito situou-se em dezembro nos 85%.

Já o rácio 'common equity tier 1' (CET1) ascendeu a 11,1% se for considerado o 'phasing in' (fase de transição) para as novas regras europeias e a 10% caso seja levada em conta a sua aplicação integral.

Lusa

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.