sicnot

Perfil

Economia

Meios de comunicação social gregos em greve de 24 horas

Os meios de comunicação gregos iniciaram hoje uma greve de 24 horas em protesto contra a reforma das pensões que está a ser preparada pelo Governo e que implica a fusão de todos os fundos de previdência num só.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters (Arquivo)

Entre as 6:00 (4:00 em Lisboa) e a mesma hora de sexta-feira não deverá haver boletins informativos nas televisões e rádios, os jornais digitais não deverão serão atualizados e a imprensa não deverá será publicada na sexta-feira.

Os gabinetes de comunicação dos ministérios e a assessoria de imprensa do Governo também vão apoiar a greve.

Os jornalistas pedem que o seu fundo de pensões continue a ser independente e não seja incluído num fundo unificado.

"Convocámos uma greve de 24 horas para quinta-feira, 28 de janeiro, em protesto contra a intenção de fazer desaparecer a nossa profissão, através da eliminação dos direitos de segurança social, direitos sindicais e liberdades individuais", assinalou o Sindicato dos Jornalistas de Atenas, em comunicado.

Os planos do Governo de Alexis Tsipras preveem a fusão de todos fundos suplementares num só, bem como dos principais, já que as pensões gregas estão divididas entre estes componentes.

Atualmente existem, na Grécia, três caixas de pensão principais, uma para os assalariados, outra para os agricultores e uma terceira para os trabalhadores independentes.

Além disso, há uma série de fundos suplementares setoriais, que formam o segundo grande pilar de rendimentos dos reformados.

Os profissionais dos meios de comunicação adiantam, assim, a greve geral que as confederações sindicais tinham convocado para 4 de fevereiro.

Lusa

  • Agricultores gregos em protesto contra novo sistema de pensões
    2:03

    Mundo

    Os agricultores gregos aumentam os protestos contra a nova reforma do sistema de pensões na Grécia. Depois do primeiro-ministro Alexis Tsipras ter vindo defender que é preciso alterar esta medida, acordada com os credores internacionais, os sindicatos fizeram saber que não vão parar a série de bloqueios de estradas pelo país.

  • Tsipras mostra-se disponível para conversar sobre a reforma das pensões
    0:26

    Economia

    O primeiro-ministro da Grécia defendeu este domingo a necessidade de alterar o sistema de pensões e segurança social dos trabalhadores. Mas perante a atual onda de contestação à nova reforma, Alexis Tsipras mostrou-se disponível para discutir algumas das reivindicações dos pensionistas e trabalhadores independentes. Foi no discurso que fez num estádio de Atenas cheio para assinalar o primeiro ano do Governo do Syriza.

  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07