sicnot

Perfil

Economia

Sentimento económico sobe em Portugal

O sentimento económico caiu 1,7 pontos na zona euro e 1,8 na União Europeia (UE) em janeiro, tendo Portugal invertido a tendência, com uma subida de 0,9 pontos, durante o primeiro mês do ano, divulga hoje a Comissão Europeia.

Segundo dados da Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros, o indicador do sentimento económico recuou em janeiro para os 105 pontos na zona euro e para os 106,7 na UE.Em Portugal, o indicador aumentou para os 105,2 pontos.A deterioração do sentimento económico da zona euro resultou da pioria da confiança em todos os setores de negócio exceto o do comércio de retalho, que se manteve estável.Entre as maiores economias da zona euro, o indicador recuou em Espanha (-4,1 pontos), na Alemanha (-2,1), e em Itália (-1,7), tendo aumentado em França (1,1) e na Holanda (0,6 pontos).Já no que respeita às maiores economias fora da moeda única, o sentimento económico aumentou na Polónia (0,8 pontos) e na Suécia (2,4), tendo diminuído no Reino Unido (-3,5 pontos).

Segundo dados da Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros, o indicador do sentimento económico recuou em janeiro para os 105 pontos na zona euro e para os 106,7 na UE.Em Portugal, o indicador aumentou para os 105,2 pontos.A deterioração do sentimento económico da zona euro resultou da pioria da confiança em todos os setores de negócio exceto o do comércio de retalho, que se manteve estável.Entre as maiores economias da zona euro, o indicador recuou em Espanha (-4,1 pontos), na Alemanha (-2,1), e em Itália (-1,7), tendo aumentado em França (1,1) e na Holanda (0,6 pontos).Já no que respeita às maiores economias fora da moeda única, o sentimento económico aumentou na Polónia (0,8 pontos) e na Suécia (2,4), tendo diminuído no Reino Unido (-3,5 pontos).

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Segundo dados da Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros, o indicador do sentimento económico recuou em janeiro para os 105 pontos na zona euro e para os 106,7 na UE.

Em Portugal, o indicador aumentou para os 105,2 pontos.

A deterioração do sentimento económico da zona euro resultou da pioria da confiança em todos os setores de negócio exceto o do comércio de retalho, que se manteve estável.

Entre as maiores economias da zona euro, o indicador recuou em Espanha (-4,1 pontos), na Alemanha (-2,1), e em Itália (-1,7), tendo aumentado em França (1,1) e na Holanda (0,6 pontos).

Já no que respeita às maiores economias fora da moeda única, o sentimento económico aumentou na Polónia (0,8 pontos) e na Suécia (2,4), tendo diminuído no Reino Unido (-3,5 pontos).

Clima de negócios recua 0,1 pontos na zona euro em janeiro, diz Comissão Europeia

O indicador do clima de negócios da zona euro recuou 0,1 pontos para os 0,29 em janeiro, segundo dados hoje divulgados pela Comissão Europeia.

Segundo a Direção-geral dos Assuntos Económicos e Financeiros, recuaram as cinco componentes do indicador: expectativas de produção, carteira de exportações, disponibilidade de produtos para entrega, histórico de produção e carteira de encomendas.

A Comissão Europeia não divulga dados dos Estados-membros para este indicador.

  • Manchester canta "Don't Look Back in Anger" dos Oasis
    1:11

    Ataque em Manchester

    O Reino Unido cumpriu esta manhã, às 11:00, um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque de segunda-feira em Manchester. Nesta cidade britânica, uma mulher começou a cantar a canção dos Oasis "Don't Look Back in Anger" e a multidão logo se juntou, num momento tocante.

  • Mesquita é demasiado pequena para a quantidade de fiéis que há em Lisboa
    1:16
  • Herói de Paris não vai à Rússia
    2:12
  • Mourinho volta a conquistar a Europa

    Liga Europa

    O Manchester United conquistou esta quarta-feira a Liga Europa pela primeira vez. Este foi o quarto título europeu para Mourinho, depois das conquistas da Taça UEFA, em 2002/03, e da Liga dos Campeões, em 2003/04 e 2009/10.

  • Hoje é o dia internacional da criança desaparecida
    1:52

    País

    Assinala-se esta quinta-feira o dia internacional da criança desaparecida, numa altura em que foi conhecido um dado preocupante: há cada vez mais raptos parentais. O Instituto de Apoio à Criança recebe, por dia, 10 pedidos de ajuda.

  • Primatóloga Jane Goodall na Cimeira National Geographic em Lisboa
    3:00