sicnot

Perfil

Economia

Lesados do BES retomam protestos com concentração e "périplo" em Lisboa

Os lesados do papel comercial do BES retomam na quinta-feira os protestos com uma manifestação em Lisboa, propondo-se levar "pelo menos" 400 pessoas num "périplo" por agências dos bancos espanhóis apontados como potenciais compradores do Novo Banco.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) do BES adiantou que o início da concentração está marcado para as 11:30, em frente à sede do Novo Banco, seguindo-se um "périplo por Lisboa para bater à porta" dos bancos dados como potenciais futuros compradores do Novo Banco, "nomeadamente o Banco Popular, o La Caixa, o BBVA [Banco Bilbao Vizcaya Argentaria] e o Santander".

Segundo salientou Ricardo Ângelo, este será "um ensaio de como serão os protestos caso os bancos espanhóis comprem o Novo Banco e o problema [dos lesados] não esteja resolvido": "Para nós é totalmente indiferente quem fica com o Novo Banco, queremos é que entendam que é impossível terem sucesso em Portugal sem o nosso problema resolvido, porque as pessoas não se resignam e vão transformar qualquer banco popular num banco impopular", afirmou.

"O fundamental -- sustentou -- é transmitir que ao comprarem o Novo Banco vão comprar um problema, que é o das manifestações à porta e da falta de credibilidade. Independentemente de quem comprar o Novo Banco, vai ter-nos sempre à porta".

Apesar de se afirmar decidida, até à resolução da questão, a continuar a organizar "quinzenalmente" protestos junto das agências do Novo Banco e dos grupos espanhóis apontados como potenciais compradores do banco por todo o país, a AIEPC considera existirem "fortes indicadores de que haverá, finalmente, uma solução viável e justa para os lesados do papel comercial".

"Acreditamos que estamos no bom caminho e que a solução passa por uma intermediação satisfatória por parte do Governo tentando criar um consenso entre reguladores, e, principalmente, tentando que o Banco de Portugal [BdP] ceda um bocadinho e ache importante resolver este problema, que não é um problema de investidores, mas de pessoas não qualificadas que foram enganadas por uma burla por parte do BES, com alguma desregulação por parte do BdP", afirmou Ricardo Ângelo.

Embora defendendo a necessidade de "sossego e paz social e financeira" em Portugal, o presidente da associação garante: "Estamos fartos de ser ludibriados já desde o governo anterior, por isso não vamos cair na tentação de acreditar e sossegar. Os protestos são para continuar até os papéis estarem totalmente assinados e a solução estar totalmente vinculada".

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.