sicnot

Perfil

Economia

Mário Centeno reúne-se com os partidos esta quarta-feira no parlamento

O ministro das Finanças, Mário Centeno, reúne-se na quarta-feira, na Assembleia da República, com representantes dos diferentes grupos parlamentares para apresentar as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2016.

ANDRE KOSTERS/ EPA (Arquivo)

Fonte do executivo disse que estas reuniões, que têm um caráter habitual em vésperas de aprovação do Orçamento, começarão ao início da manhã, na sala do Governo na Assembleia da República, estando também presente o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos.

O PSD, o maior grupo parlamentar da oposição ao Governo, será recebido por Mário Centeno às 10:00, enquanto o PCP tem a sua reunião agendada para as 12:00.

De acordo com fonte oficial do executivo, o deputado do PAN (Pessoas Animais e natureza) será o primeiro a ser recebido por Mário Centeno, pelas 08:30, seguindo o Partido Ecologista "Os Verdes" e o Bloco de Esquerda, ainda antes do PSD.

Depois, segundo a mesma fonte, o ministro das Finanças reúne-se com o CDS-PP, o PCP e o PS.

A proposta de Orçamento do Estado para 2016 deverá ser aprovada na quinta-feira em Conselho de Ministros, esperando-se que dê entrada na Assembleia da República na sexta-feira.

Na frente europeia de discussão da proposta de Orçamento para 2016, Bruxelas fez hoje saber que as discussões entre a Comissão Europeia e o Governo em torno do documento vão prosseguir nos próximos dias, com o executivo comunitário a reclamar "mais esforços" a Lisboa para emitir um parecer positivo.

"Ainda são necessárias algumas medidas adicionais para assegurar que Portugal não está em risco grave de incumprimento" das regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento, designadamente "medidas orçamentais adicionais para aproximar o esboço de plano orçamental [apresentado pelo Governo] da recomendação do Conselho", com vista a um ajustamento do défice estrutural de 0,6% do PIB [Produto Interno Bruto], afirmou hoje, em Estrasburgo, França, o vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Euro.

Valdis Dombrovskis, que falava numa conferência de imprensa para dar conta das conclusões da reunião semanal do colégio da Comissão Europeia, realizada à margem da sessão plenária do Parlamento Europeu, e na qual foi discutido o plano orçamental de Portugal, acrescentou que as discussões entre Bruxelas e Lisboa vão prosseguir nos próximos dias, mas no limite até sexta-feira, data em que a Comissão Europeia decidirá se o plano português apresenta ou não um risco grande de incumprimento.

Lusa

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC