sicnot

Perfil

Economia

Tailandeses querem levar marca Tivoli para Médio Oriente, África e Ásia

O grupo Minor, novo dono da Tivoli Hotels & Resorts, quer expandir a marca para novas áreas de operação, como o Médio Oriente, África e Ásia, anunciou hoje o presidente executivo da empresa tailandesa, Dillip Rajakarier.

"Queremos levar a marca [Tivoli] para fora de Portugal. Tem muito potencial para estar em África, Médio Oriente e Ásia. Queremos fazer da Tivoli uma marca global em cinco anos", afirmou o responsável do grupo tailandês, que na segunda-feira concluiu a aquisição do portefólio Tivoli, composto por 14 unidades hoteleiras.

O grupo tailandês Minor adquiriu os 12 hotéis em Portugal e dois no Brasil, por 294,2 milhões de euros, operação realizada no âmbito de um Processo Especial de Revitalização (PER), na sequência do colapso do Grupo Espírito Santo (GES).

Numa curta intervenção no Tivoli da Avenida da Liberdade, em Lisboa, o presidente do grupo Minor explicou que a aquisição da Tivoli, num processo conturbado que se prolongou durante quase dois anos, é a "porta de entrada na Europa e na América Latina".

Dillip Rajakarier afirmou que "alguns hotéis [Tivoli] precisam de muito trabalho", referindo que os trabalhos de remodelação já avançaram em três unidades do grupo (Oriente, em Lisboa, Vilamoura e São Paulo, no Brasil), num investimento de cerca de 50 milhões de euros.

Com a aquisição da Tivoli, o grupo tailandês passa a ser proprietário de 145 hotéis em 22 países, sendo "o último de uma série de investimentos internacionais que faz parte da sua estratégia de diversificação a longo prazo", que além de aquisições passa também por parcerias para novos hotéis e para a operação de outros já existentes.

O responsável do grupo tailandês mostrou-se disponível para fazer mais investimentos em Portugal, que considerou "um dos melhores países para investir".

Presente no evento, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, elogiou a "resiliência do grupo tailandês", que teve que esperar pelo levantamento do arresto dos bens do GES - o que aconteceu em dezembro - para poder concluir o negócio, prometendo tomar medidas para promover o investimento estrangeiro em Portugal.

Lusa

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • Duas opções do círculo mais próximo de António Costa
    1:41
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • Tondela corta relações institucionais com Belenenses

    Desporto

    O Tondela anunciou esta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.

  • SC Braga recebe o Ludogorets
    2:03

    Liga Europa

    O Sporting de Braga recebe hoje o Ludogorets. Abel Ferreira destaca a capacidade física e ofensiva do adversário e quer um Braga a jogar com intensidade para vencer o atual campeão da Bulgária.