sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas exige medidas adicionais de 950 milhões até 6ª feira

O Governo tem até sexta-feira para apresentar medidas adicionais de consolidação orçamental que atinjam os 950 milhões de euros. Segundo o Diário Económico, o Executivo já encontrou soluções para 450 milhões do lado da receita, mas continuam a faltar 500 milhões.

REUTERS

As negociações com Bruxelas sobre o Orçamento do Estado prosseguem com um prazo cada vez mais apertado.

Ao que a SIC apurou, o Governo estuda a possibilidade do aumento de impostos sobre os produtos petrolíferos e os automóveis, bem como a criação de uma nova taxa sobre a banca.

Estas medidas não tiveram, até ao momento, a oposição da esquerda.

O executivo de António Costa já cedeu a algumas pressões de Bruxelas e comprometeu-se também a baixar o défice para os 2,4% em vez dos 2,6 que estavam inicialmente previstos.

Hoje, o ministro das Finanças com representantes dos grupos parlamentares, para apresentar as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2016.

  • O plano do Governo para tentar convencer Bruxelas
    1:56

    Orçamento do Estado 2016

    O Governo tem um plano para convencer Bruxelas a aceitar o Orçamento do Estado. Ao que a SIC apurou, o Executivo compromete-se a baixar o défice ainda mais, para os 2,4%, mas não será, pelo menos para já, à custa de mais austeridade. A ideia é retirar dos cálculos algumas das medidas tomadas pelo anterior Governo. Ainda assim, e se o plano não resultar, a SIC sabe que o aumento do IVA esteve a ser estudado pelo Ministério das Finanças.

  • Governo reuniu-se com PCP e BE para discutir medidas adicionais
    1:36

    Orçamento do Estado 2016

    O agravamento do imposto sobre os produtos petrolíferos, do imposto automóvel e a criação de uma nova taxa sobre a banca foram medidas discutidas esta terça-feira, em mais uma ronda negocial entre o Governo e os partidos à esquerda. Na quarta-feira, o ministro das Finanças reúne-se com todos os grupos parlamentares para dar conta das linhas gerais do Orçamento.

  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.