sicnot

Perfil

Economia

Testes de paternidade sujeitos 23% de IVA e sem isenções

O Fisco determinou que os testes de paternidade e de perfil genético e os diagnósticos a animais de estimação são sujeitos a tributação em sede de IVA, à taxa de 23%, não beneficiando de qualquer isenção daquele imposto.

© Andrew Kelly / Reuters

De acordo com uma informação vinculativa publicada no seu portal 'online', a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) esclarece que a "elaboração de análises efetuadas com o sentido de determinar o parentesco entre indivíduos (testes de paternidade ou de maternidade), bem como testes de perfil genético (...), não configuram a realização do que se entende por serviços médicos, ficando excluídas do âmbito de aplicação da isenção" prevista no código do IVA - Imposto sobre o Valor Acrescentado.

A decisão surge na sequência de um pedido de esclarecimentos feito por um laboratório de análises clínicas, que interrogou a AT sobre se a comercialização de testes de paternidade, de perfil genético e testes de diagnósticos de animais de companhia estão isentos de IVA.

Na resposta, o Fisco diz vinculativamente que não e cita o artigo 9.º do código do IVA que isenta do pagamento do imposto as prestações de serviços efetuadas no exercício das profissões de médico, odontologista, parteiro, enfermeiro e outras profissões paramédicas e acrescenta que "as prestações de serviços que não tenham tal objetivo terapêutico (diagnosticar, tratar e, na medida do possível, curar as doenças ou anomalias da saúde) estão excluídas do âmbito de aplicação da citada isenção".

Quanto à realização de análises, a AT refere que é considerada uma prestação de serviços médicos a elaboração de análises clínicas "desde que ligadas aos cuidados de saúde", o que quer dizer que, "para que tais análises possam beneficiar da isenção do imposto, deve ter-se em consideração se o fim a que se destinam tem em vista o estabelecimento de diagnósticos, tratamento ou prevenção de doenças, ou quaisquer outras anomalias da saúde".

Por isso, conclui a AT, as análises efetuadas para determinar o parentesco entre indivíduos (testes de paternidade ou de maternidade), bem como testes de perfil genético "não configuram a realização do que se entende por serviços médicos, ficando excluídas do âmbito de aplicação da isenção" em sede de IVA.

Já relativamente aos testes para diagnósticos de animais de companhia e/ou domésticos, o Fisco afirma que "não se encontra prevista no código do IVA qualquer norma legal que permita isentar tais operações".

Por isso, determina a AT com caráter vinculativo que "as prestações de serviços que se consubstanciam em testes de paternidade, testes de perfil genético e testes para diagnósticos de animais de companhia e/ou domésticos são sujeitas a imposto e dele não isentas, sendo passíveis de tributação à taxa normal" de 23%.

Lusa

  • Mais de 50 concelhos do país em risco máximo de incêndio

    País

    Mais de meia centena de concelhos de dez distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, estão sob este aviso 51 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança.

  • "Ao contrário do que diz a direita, o futuro dos jovens é aqui"
    0:52

    Economia

    António Costa atacou esta sexta-feira à noite a direita com o aumento do emprego jovem. Perante vários jovens no acampamento nacional da Juventude Socialista, o secretário-geral do PS dirigiu-se ainda aos partidos de direita para garantir que o aumento do salário mínimo está a criar mais emprego com maior qualidade.

  • Uma viagem aérea por Pegões
    1:00
    Visão de Portugal

    Visão de Portugal

    DIARIAMENTE NO JORNAL DA NOITE

    O espaço Visão de Portugal, do Jornal da Noite da SIC, mostra o país através de imagens aéreas. A rubrica leva-nos esta sexta-feira a sobrevoar Pegões, no concelho de Tomar. 

  • Porto eleito pela terceira vez o melhor destino europeu 
    2:53

    País

    O Porto foi eleito o melhor destino europeu pela terceira vez e as distinções internacionais não param de chegar. Desta vez os elogios chegam através da norte-americana CNN. Os preços acessíveis, a gastronomia, a história e a arquitetura são os pontos da cidade que tem a rua com maior tráfego do país. 

  • Lisboa é o terceiro melhor destino de cruzeiros
    1:22

    País

    O Turismo em Lisboa tem registado um crescimento. A cultura, a arte e os preços baixos são os pontos fortes apontados pelos turistas. A capital é já considerada o terceiro melhor destino de cruzeiros. O novo terminal do porto de Lisboa e a ligação direta a Pequim deverão aumentar ainda mais o número de visitantes.

  • Ir ao Minho e a Sintra
    22:50
  • Líder da Palestina hospitalizado

    Mundo

    O Presidente palestiniano, Mahmud Abbas, de 82 anos, foi hospitalizado este sábado em Ramallah, na Cisjordânia, para se submeter a um "exame de rotina" durante algumas horas, anunciou um porta-voz.