sicnot

Perfil

Economia

Associação Peço a Palavra quer reunião urgente sobre a TAP

A Associação Peço a Palavra anunciou hoje que vai solicitar uma reunião de urgência ao Governo para pedir esclarecimentos sobre o acordo para a TAP, nomeadamente sobre decisões estratégicas ou a divulgação de aspetos particulares do acordo.

Armando Franca/ AP

Em comunicado enviado às redações, intitulado "Carta aberta aos portugueses", a associação diz que quer ver esclarecidas algumas questões relativamente ao acordo celebrado, já que, apesar de entender que o acordo alcançado é "uma vitória do país e dos portugueses", não é ainda o ideal.

Na carta aberta, e nos vários pontos que pretende ver esclarecidos, a associação começa por questionar quem "irá exercer de imediato o controlo estratégico da empresa", já que o prazo limite para implementar o acordo é 30 de abril.

De seguida, pretende saber por que razão não foram ainda divulgados os aspetos particulares do plano de negócios, estratégico e de capitalização, questionando também o que o Governo pretende fazer em relação às medidas entretanto anunciadas por David Neelman, um dos parceiros do consórcio Atlantic Gateway, juntamente com o português Humberto Pedrosa.

Por outro lado, querem também saber se o acordo parassocial não retira os poderes de controlo estratégico e o que o Governo pretende fazer em relação ao relatório da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) sobre as questões de sustentabilidade financeira da Azul -- Linhas Aéreas Brasileiras.

Relativamente à Azul, a associação pretende ver esclarecida se a conversão das obrigações põe ou não esta empresa a controlar a TAP.

Ainda em relação à Azul, a associação questiona "se serão revertidos os efeitos perniciosos das transações" entre a TAP e a empresa aérea brasileira, nomeadamente a cedência da posição contratual de aquisição dos A350, a decisão de suprimir quatro rotas com saída do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, ou a "negociata dos terrenos do Aeroporto com os donos da ANA".

A Associação Peço a Palavra questiona "o que tenciona o Governo fazer relativamente às garantias bancárias que (...) o anterior Governo de gestão assumiu sobre a dívida da TAP".

Na carta aberta, referem também que não esqueceram que o processo de venda da TAP "continua ferido de ilegalidades", razão pela qual vão prosseguir com a queixa-crime que entregaram na Procuradoria-Geral da República.

Para a associação, há "indícios claros da prática dos ilícitos criminais de burla, por parte do consórcio Atlantic Gateway, e de prevaricação de titular de cargo público e administração danosa por parte da Parpública e dos anteriores Governos, que deverão ser apuradas".

"O objectivo da Associação Peço a Palavra foi e continuará a ser o de contribuir para evitar consequências calamitosas para o interesse nacional, para os portugueses da diáspora e para a nossa economia, resultantes de opções políticas que sejam tomadas com prepotência, desrespeito pela lei e sem qualquer legitimidade", concluem.

O Governo de António Costa vai pagar 1,9 milhões de euros para o Estado ficar com 50% da TAP (em vez de 34%), resultado das negociações com o consórcio Gateway, que tinha 61% do capital da companhia e que agora fica com 45%, podendo chegar aos 50%, com a aquisição do capital à disposição dos trabalhadores.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25