sicnot

Perfil

Economia

Desemprego sobe para 12,2% no 4º trimestre de 2015

A taxa de desemprego subiu 0,3 pontos percentuais para 12,2% no quarto trimestre de 2015 face ao anterior, mas a taxa média anual caiu 1,5 pontos percentuais no ano passado em relação a 2014, para 12,4%.

(Arquivo Reuters)

(Arquivo Reuters)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

De acordo com as estatísticas do emprego hoje divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a população desempregada, estimada em 646,5 mil pessoas, diminuiu 11% em relação ao ano anterior (menos 79,5 mil pessoas).

Em termos trimestrais, a população desempregada (estimada em 633,9 mil pessoas) registou um aumento de 2,4% (mais 15,1 mil pessoas) e uma diminuição homóloga de 9,2% (menos 64,4 mil pessoas).

A taxa de atividade da população em idade ativa situou-se em 58,6%, valor idêntico ao observado no trimestre anterior e superior em 0,1 pontos percentuais ao do trimestre homólogo.

A taxa de atividade dos homens (64,6%) excedeu a das mulheres (53,4%) em 11,2 pontos percentuais.

O aumento trimestral da população desempregada, de acordo com o INE, foi explicado, essencialmente, pelos acréscimos ocorridos nos homens (de 5,2% para 15,8 mil), todos os grupos etários em análise de forma similar, pessoas com um nível de escolaridade completo até ao ensino secundário e pós-secundário (subiram 3,6% para 17,9 mil) e à procura de primeiro emprego (mais 11% para 9 mil).

O aumento de trabalhadores à procura de novo emprego também subiu 1,1% para 6,1 mil, face ao trimestre anterior, provenientes sobretudo do setor da agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca (mais 72,8% para 5,9 mil) e o dos serviços (1,7% para 5,8 mil).

Os trabalhadores à procura de emprego há menos de 12 meses aumentaram também 4,8% (para 11 mil).

A taxa de desemprego dos homens (12,0%) foi inferior à das mulheres (12,4%) em 0,4 pontos percentuais, aumentando em termos trimestrais tanto para os homens (0,5 pontos percentuais) como para as mulheres (0,1 pontos percentuais).

Nos jovens, a taxa de desemprego fixou-se nos 32,8% no último trimestre de 2015 (mais do que os 30,8% observados no trimestre anterior, mas menos do que os 34% verificados um ano antes).

Em termos de média anual, a taxa de desemprego entre os 15 e os 24 anos baixou para os 32% em 2015 dos 34,8% observados em 2014.

Numa análise por regiões NUTS II, verifica-se que no quarto trimestre de 2015, a taxa de desemprego foi superior à média nacional na Madeira (14,7%), Norte (13,5%), Alentejo (13,3%), Algarve (12,9%), Açores (12,6%) e Área Metropolitana de Lisboa (12,5%).

Abaixo da média nacional encontrava-se apenas a região Centro (9,0%).

Face ao trimestre anterior, assistiu-se de outubro a dezembro a um aumento da taxa de desemprego no Algarve (2,7 pontos percentuais), no Alentejo (1,5 pontos percentuais), no Centro (0,8 pontos percentuais) e nos Açores (0,5 pontos percentuais).

Em relação ao trimestre homólogo, e também à semelhança do sucedido globalmente para Portugal, a taxa de desemprego diminuiu em todas as regiões, com os maiores decréscimos a ocorrerem nos Açores (2,9 pontos percentuais), no Algarve (2,0 pontos percentuais) e no Centro (1,7 pontos percentuais).

Considerando todo o ano de 2015, observaram-se taxas de desemprego superiores à média nacional na Madeira (14,7%), no Norte (13,7%), Alentejo (13,3%), Área Metropolitana de Lisboa (13,1%), Açores (12,8%) e Algarve (12,5%).

Abaixo da média nacional, encontrava-se apenas a taxa de desemprego do Centro (9,2%).

Em relação a 2014, de novo à semelhança do observado globalmente para Portugal, a taxa de desemprego diminuiu em todas as regiões, com as maiores diminuições a ocorrerem nos Açores (3,5 pontos percentuais), no Algarve (2,0 pontos percentuais) e na Área Metropolitana de Lisboa (1,8 pontos percentuais).

Em termos de população empregada, foi estimada em 4,56 milhões de pessoas no quarto trimestre, tendo-se verificado um decréscimo trimestral de 0,3% (menos 13,8 mil pessoas) e um acréscimo homólogo de 1,6% (mais 69,9 mil pessoas).

Considerando o conjunto de 2015, a população empregada foi estimada em 4,55 milhões de pessoas, tendo registado um acréscimo anual de 1,1% (mais 49,2 mil pessoas).

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.