sicnot

Perfil

Economia

Economista Daniel Bessa pediu demissão da COTEC

O economista Daniel Bessa pediu a demissão de diretor-geral da COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação, confirmou esta quarta-feira a entidade, que considerou que o ex-ministro ajudou a promover a competitividade das empresas portuguesas.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

"No âmbito desta decisão, a Direção da COTEC Portugal expressa publicamente o seu agradecimento pela dedicação, capacidade e valiosos contributos que o professor Daniel Bessa sempre prestou a esta Associação, ao longo dos mais de 6 anos que desempenhou neste cargo", lê-se no comunicado hoje divulgado pela COTEC.

A direção da COTEC diz que aceitou o pedido de demissão de Daniel Bessa, que era diretor-geral desde junho de 2009, afirmando que o ex-ministro da Economia do Governo socialista de António Guterres contribuiu no cargo para a "prestigiada atividade da COTEC", assim como para "a promoção do aumento da competitividade das empresas portuguesas".

No comunicado, hoje divulgado, não é dada indicação de quem substituirá Daniel Bessa, afirmando apenas que "em momento oportuno a Direção da COTEC dará conhecimento de mais desenvolvimentos". Conta com mais de 300 associados, tendo nos seus órgãos empresas como a CTT, a José de Mello, a Portucel, a Brisa, a Amorim, a EDP, a Galp Energia, o Santander Totta, a Mota-Engil, a NOS, a Renova, a SAP, a SECIL, a Siemens ou a Unicer.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46