sicnot

Perfil

Economia

Turistas chineses foram os que mais gastaram em média em compras em 2015

Os turistas chineses foram os que mais gastaram, em média, em compras 'tax free' em Portugal, no ano passado, com um custo de 641 euros por transação, segundo um estudo da Global Blue.

Reuters

De acordo com a empresa especializada em gestão de operações 'tax free' (reembolso de IVA a turistas), as compras de turistas chineses, que representam 13% do mercado, aumentaram 42% comparativamente ao ano anterior, com o valor da compra média a atingir mais do dobro da dos turistas angolanos (273 euros).

Entre as nacionalidades que mais compras fizeram em Portugal, destaca-se ainda o crescimento de 30% dos turistas norte-americanos face a 2014, que entraram para o 'top 5' do turismo de compras, posicionando-se em segundo lugar em termos do valor da compra média (493 euros).

Já os turistas angolanos, que representam 42% deste mercado, reduziram o valor das compras em 8%. O mesmo aconteceu com o segundo mercado mais importante, o Brasil (16% do total), com uma variação negativa de 12% e uma compra média de 219 euros em 2015.

As compras dos moçambicanos, que representam 4% do mercado, tiveram um crescimento expressivo, na ordem dos 19%, com um gasto médio de 227 euros.

  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.