sicnot

Perfil

Economia

Leilões de dívida na 4ª feira para arrecadar até 1.000 M€

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) vai realizar na quarta-feira duas emissões de Bilhetes do Tesouro a três e 11 meses, com o objetivo de arrecadar até 1.000 milhões de euros.

(Arquivo)

(Arquivo)

Segundo a informação divulgada pela instituição, os leilões de dívida de curto prazo serão pelas 10:30 (hora de Lisboa) e terão como maturidades 20 de maio de 2016 e 20 de janeiro de 2017.

O objetivo destas emissões é arrecadar um "montante indicativo global entre 750 e 1.000 milhões de euros", refere a nota da agência que gere a dívida pública.

Nos últimos dias houve um aumento das taxas de juros da dívida portuguesa no mercado secundário, um movimento que tem existido também na dívida soberana de alguns países europeus.

Esta manhã, os juros da dívida portuguesa estavam a subir a dois, cinco e dez anos, para máximos desde março de 2014, a manter a tendência iniciada a 05 de fevereiro.

Os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a avançar para 4,285%, no prazo de cinco anos subiam para 2,998% e a dois anos estavam a negociar nos 1,474%.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.