sicnot

Perfil

Economia

Bancos chineses concedem valor recorde de crédito

Os bancos chineses concederam em janeiro um valor recorde de crédito de 2,52 biliões de yuan (345 mil milhões de euros), num período em que a segunda maior economia mundial cresce ao ritmo mais lento desde 1990.

© Edgar Su / Reuters

O valor, quatro vezes superior ao registado em dezembro, foi revelado hoje pelo Banco do Povo da China (Pboc, Banco Central) e supera o anterior recorde, de 1,89 biliões de yuan (260 mil milhões de euros) fixado em março de 2009.

Este aumento do crédito coincidiu com a decisão do banco central de realizar uma série de injeções no sistema financeiro, visando aumentar a liquidez, e que terão começado a 19 de janeiro, dia em que foram publicados os dados sobre o crescimento da economia chinesa em 2015 - 6,9%.

Ainda que neste período do ano seja normal haver um aumento do crédito, o valor representa um crescimento de 70,2% face ao mesmo mês de 2015.

Lusa

  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.