sicnot

Perfil

Economia

PS e BE querem ver relatório secreto do Banco de Portugal sobre o BES

O PS e o Bloco de Esquerda querem ter acesso ao relatório que o Banco de Portugal nunca divulgou sobre a atuação do regulador Carlos Costa no colapso do BES.

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal.

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal.

© Hugo Correia / Reuters

A comissão de inquérito ao BANIF, que ontem tomou posse, já recebeu o requerimento assinado pela bloquista Mariana Mortágua a exigir a divulgação do relatório da consultora norte- americana BCG, encomendado por 300 mil euros pelo próprio Banco de Portugal.

Em meados do ano passado, o PS avançou com uma queixa na Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos para aceder ao relatório mas nem assim o documento foi tornado público pelo regulador, que invocou o direito à confidencialidade.

Agora, e segundo o Diário Económico, o PS volta à carga para discutir o relatório na comissão parlamentar de inquérito ao BANIF, o quarto banco a ser resgatado ou vendido nos últimos anos em Portugal.

Segundo o jornal, o Governo quer afastar Carlos Costa do Banco de Portugal. A lei protege da exoneração pelo poder político, a menos que tenha sido cometida uma "falta grave" no exercício das funções.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21