sicnot

Perfil

Economia

Desemprego no Brasil aumentou 41,5% face a 2014 e atinge agora 9,1 milhões

O número de desempregados no Brasil aumentou 41%, atingindo mais 2,7 milhões de pessoas quando se comparam os registos obtidos entre setembro e novembro do ano passado com igual período de 2014.

Em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto de 2015, 323 mil pessoas perderam os seus postos de trabalho, ou seja, um aumento de 3,7%.

Em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto de 2015, 323 mil pessoas perderam os seus postos de trabalho, ou seja, um aumento de 3,7%.

© Paulo Whitaker / Reuters

Os dados foram fornecidos pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A análise indicou que a taxa de pessoas desocupadas alcançou 9% da população brasileira, ou 9,1 milhões, a maior para o período desde 2012, quando este tipo de pesquisas começou a ser feito.

Em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto de 2015, 323 mil pessoas perderam os seus postos de trabalho, ou seja, um aumento de 3,7%.

Já o rendimento médio real recebido em todos os trabalhos somou 1.899 reais, valor que estabilizou face ao trimestre de junho a agosto, quando ficou em 1.913 reais, e em relação ao mesmo trimestre de 2014, quando estava em 1.923 reais.

Entre setembro e novembro do ano passado, a população ocupada do Brasil era de 92,2 milhões de pessoas, mais ou menos o mesmo número quando comparado com o trimestre anterior encerrado em agosto.

Comparativamente ao mesmo período de 2014, verificou-se uma queda de 0,6%.

Os indicadores da Pnad Contínua são calculados em trimestres móveis, utilizando-se as informações dos últimos três meses consecutivos da pesquisa.

Assim, a taxa do trimestre móvel foi calculada a partir das informações coletadas em setembro, outubro e novembro do ano passado.

Lusa

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • EUA sonham com "exploração e descoberta" do espaço
    0:39

    Mundo

    Donald Trump confirmou a intenção de criar um sexto ramo das Forças Armadas. Trata-se de uma força espacial independente da Força Aérea e especializada no domínio do espaço sideral. O presidente norte-americano deu ordens ao Pentágono para preparar o domínio do cosmos o mais rápido possível. O anúncio foi feito na Casa Branca, mas só poderá avançar depois da aprovação do Congresso dos EUA.