sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas dá orientações sobre como combinar fundos para o investimento

A Comissão Europeia publicou hoje um documento para explicar às autoridades locais e promotores de projetos dos Estados-membros quais as melhores formas de combinar o chamado 'plano Juncker' de investimentos com os fundos europeus estruturais e de investimento (FEEI).

Torsten Silz

A brochura hoje publicada no site da Comissão Europeia visa auxiliar os Estados-membros a tirarem "pleno partido da possibilidade de combinar" o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE) -- conhecido como "plano Juncker" -- com os FEEI, apontando que, "embora difiram em termos de lógica subjacente, conceção e quadro legislativo, estes dois instrumentos são complementares e reforçam-se mutuamente".

A brochura, que apresenta resumidamente as combinações possíveis do FEIE com os FEEI, tanto ao nível dos projetos como através de instrumentos financeiros, por exemplo, uma plataforma de investimento, será enriquecida com informações extraídas da experiência adquirida em casos concretos e das reações das partes interessadas, indica o executivo comunitário.

Em conferência de imprensa, o vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Emprego, Crescimento, Investimento e Competitividade, Jyrki Katainen, apontou que "os promotores de projetos têm hoje ao seu dispor grandes oportunidades para se candidatarem a financiamento conjunto do FEIE e dos FEEI" e as orientações hoje publicadas "dão conselhos práticos às empresas que pretendem obter financiamento para os seus projetos, designadamente sobre a melhor forma de tirar partido de ambos os instrumentos".

Por seu lado, Ambroise Fayolle, vice-presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), também envolvido nesta iniciativa, sublinhou que "a combinação dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento com o FEIE dará ao BEI a possibilidade de apoiar o crescimento sustentável nos países e nas regiões da Europa".

"Além disso, a combinação das subvenções da UE com o financiamento do BEI permitirá que o banco chegue a novos beneficiários, nomeadamente os projetos de menores dimensões reagrupados em plataformas de investimento", disse.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.