sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas diz que reestruturação da dívida portuguesa não está em cima da mesa

Bruxelas diz que reestruturação da dívida portuguesa não está em cima da mesa

Bruxelas diz que a reestruturação da dívida portuguesa não está em cima da mesa. A Grécia é para já o único país com margem para ver discutido um alívio da dívida. Para os outros países depende da vontade dos credores.

  • Bloco avisa que "restruturação da dívida é inevitável"
    2:16

    Novo Governo

    Catarina Martins fez vários avisos a Mário Centeno no Parlamento. A porta-voz do Bloco disse que o Governo não se pode esconder no Banco de Portugal para encontrar soluções para os bancos em dificuldades. E voltou a defender a reestruturação da dívida como inevitável para o país. Já o PCP voltou a demarcar-se do PS ao dizer que o programa dos socialistas não se trata do programa que os comunistas desejavam.

  • Marcelo e Costa unidos contra contagem do tempo integral de serviço
    2:45

    País

    Em menos de 24 horas, o Presidente da República e o primeiro-ministro deram publicamente sinais de que estão unidos contra a contagem de todo o tempo de serviço de professores e outros agentes do Estado para efeitos salariais. Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa disseram que essa possibilidade é uma ilusão e que o país não tem condições para voltar aos níveis anteriores à crise.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.