sicnot

Perfil

Economia

Portugal é o segundo país da UE onde impostos sobre a gasolina mais pesam

Portugal é o segundo país da União Europeia com a tributação mais elevada sobre a gasolina, considerando o poder de compra dos cidadãos de cada país, de acordo com um estudo da consultora Deloitte divulgado hoje.

Se no que diz respeito à gasolina Portugal é apenas ultrapassado pela Roménia, já quanto ao gasóleo Portugal é o quinto país com tributação mais elevada na Europa dos 28, ainda considerando o poder de compra comparado dos cidadãos de todos os países.

Este estudo teve em consideração o aumento do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos e Energéticos (ISP) em seis cêntimos por litro na gasolina sem chumbo e no gasóleo rodoviário, que entrou em vigor através de uma portaria a 12 de fevereiro, mas que está previsto na proposta de Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), que já foi aprovado na generalidade e que está em debate na especialidade até meados de março.

"Até ao recente aumento da tributação dos combustíveis em Portugal, encontrávamo-nos em 5.º lugar no que se refere à gasolina e em 12.º no gasóleo, o que significou um salto de três posições quanto ao primeiro combustível e de sete no que se refere ao segundo", comenta o fiscalista da Deloitte Afonso Arnaldo, em comunicado.

Sem considerar o poder de compra comparado dos cidadãos de cada país, o estudo da Deloitte coloca Portugal como o quinto país com maior tributação da gasolina e como 10.º com maior tributação do gasóleo.

Anteriormente ao aumento definido pelo Governo, Portugal ocupava a 12.ª posição entre os países da União Europeia onde a tributação sobre a gasolina pesa mais e na 19ª posição no que diz respeito à tributação do gasóleo.

A Deloitte destaca ainda que Espanha encontra-se em "posições opostas a Portugal", ocupando a 26.ª posição quanto à carga fiscal da gasolina, considerando o poder de compra comparado, sendo que apenas a Áustria e o Luxemburgo têm uma tributação inferior neste combustível, e na 25.ª posição quanto ao gasóleo (só ultrapassada, pela positiva, por Dinamarca, Áustria e Luxemburgo).

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.