sicnot

Perfil

Economia

Ministro acusa a direita de "sujar o debate" sobre acordo da TAP

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, acusou ontem a direita de utilizar a técnica de sujar o debate sobre a reversão da privatização da TAP por falta de conteúdo para contestar.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

"Compreendemos bem a sua técnica de sujar o debate quando não tem nada de factual para trazer ao debate, quando vocês andaram a privatizar às escondidas", afirmou Pedro Marques, em resposta ao deputado do PSD Luís Leite Ramos, que acusou o Governo de "falta de verdade" em relação à entrada de acionistas chineses no capital da TAP e questionou o papel de Diogo Lacerda Machado nas negociações com o consórcio Atlantic Gateway.

Na audição conjunta da Comissão de Orçamento e Finanças com a Comissão de Economia e Obras Públicas, o ministro defendeu o acordo alcançado, que permite ao Estado ser acionista maioritário com 50% do capital da TAP, acusando o anterior executivo de privatizar a companhia aérea de "forma precipitada e obscura".

"O que custa aos deputados da direita é que ficou evidente a insegurança da fase anterior da negociação. Não esperavam que fosse possível chegar a esse acordo: manter um acionista privado de referência, mantendo o controlo estratégico do Estado", acrescentou Pedro Marques.

Às questões do deputado social-democrata sobre o papel do antigo secretário de Estado Diogo Lacerda Machado nas negociações com o consórcio Atlantic Gateway, o governante reiterou que o advogado, amigo pessoal do primeiro-ministro, António Costa, ajudou o Governo "na fase da negociação do memorando".

"Contrataremos uma assessoria jurídica na fase que corresponde à celebração do acordo, como acontece sempre nestes processos", acrescentou.

Sobre a entrada da companhia chinesa HNA no capital da TAP, o ministro que tem a tutela da transportadora aérea disse que "já vinha a ser negociado no tempo do Governo anterior", realçando que "a posição do Estado fica intocada".

No memorando de entendimento que fechou a recompra de ações pelo Estado, lê-se que "o Estado português autoriza desde já a entrada no capital social da Atlantic Gateway pela HNA, em percentagem a acordar entre os acionistas da Atlantic Gateway e a HNA".

Em declarações à Lusa, David Neeleman, que juntamente com o empresário português Humberto Pedrosa constitui o consórcio Atlantic Gateway, garantiu que o grupo acabará por ficar "indiretamente com 10% a 13% da TAP", que o anúncio desta participação deve acontecer "ainda este ano" e que os pormenores da rota com a China "deverão ser conhecidos na mesma altura."

Lusa

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália. As equipas de socorro conseguiram resgatar duas pessoas, mas admitem ainda a existência de quase 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Temperaturas negativas congelam rio em Bragança
    1:26

    País

    As baixas temperaturas os últimos dois dias, com as mínimas a descer até aos 10 graus negativos durante a noite e madrugada, congelaram o rio que atravessa a aldeia de Gimonde, no concelho de Bragança. O repórter da SIC João Faiões esteve esta manhã no local.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.

  • Feriado no Carnaval e fim das pontes chumbados
    2:15

    País

    Nem o Carnaval vai passar a ser feriado, nem as pontes vão acabar. O PS rejeitou esta quarta-feira no Parlamento uma proposta do PSD para que os feriados a meio da semana sejam gozados na segunda-feira seguinte. Ao mesmo tempo, os socialistas recusaram duas propostas apoiadas pelos partidos de esquerda, para que o Carnaval passasse a ser sempre feriado.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16