sicnot

Perfil

Economia

Prestação da casa volta a descer em março para euribor a 3 e 6 meses

Os clientes com empréstimos à habitação indexados às Euribor a três e a seis meses vão voltar a pagar menos pela prestação da casa a partir de março, beneficiando do acentuar dos valores negativos das taxas Euribor.

(Arquivo)

(Arquivo)

Reuters

Segundo os cálculos feitos para a agência Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos, um cliente com um empréstimo à habitação no valor de 150 mil euros a 30 anos indexado à Euribor a seis meses com um 'spread' (margem de lucro do banco) de 1% vai pagar 474,64 euros a partir de março, menos 10,86 euros do que o valor pago desde a última revisão, em setembro.

No caso de um empréstimo à habitação nas mesmas condições mas indexado à Euribor a três meses, esse cliente vai pagar 470,09 euros a partir do próximo mês, um valor 6,33 euros abaixo do da última revisão, em dezembro.

Estas contas foram feitas tendo em conta os valores do mês de fevereiro até ao dia 25, quando o valor médio da Euribor era negativo em 0,114% a seis meses e 0,181% a três meses.

As taxas Euribor têm registado uma tendência de queda que dura já desde 2008, mas que se acentuou nos últimos anos e, sobretudo, nos meses finais do ano passado, quando a média mensal foi mesmo para valores negativos, o que é histórico.

Tal reflete-se nos valores pagos aos bancos pelas famílias que pediram dinheiro para a compra de casa, uma vez que em Portugal 90% dos contratos de crédito à habitação usam taxa de juro variável, sendo a taxa Euribor a seis meses o indexante mais usado, seguido da taxa a três meses.

Por exemplo, o cliente que tem o empréstimo com taxa Euribor a seis meses e que -- segundo a simulação acima -- em março vai pagar 474,64 euros, pagava há dois anos -- em março de 2014 -- 509,59 euros, ou seja, mais 34,95 euros por mês.

Já se a comparação for com 2011, a diferença é ainda é mais significativa, com esse cliente a pagar então mais 106,56 euros do que hoje.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de mais de 50 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário. Em Portugal, a Caixa Geral de Depósitos faz parte deste painel.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC