sicnot

Perfil

Economia

Didi, o Uber chinês, é o mais rentável do mundo

A aplicação chinesa de transporte privado Didi, fundada em 2012 e inspirada no norte-americano Uber, tornou-se em janeiro a empresa do setor mais rentável do mundo, avançou hoje o jornal oficial China Daily.

reuters

No primeiro mês de 2016, os serviços da empresa movimentaram 800 milhões de dólares (735 milhões de euros), acima dos 600 milhões que o setor movimentou nos mercados dos EUA e do Canadá, onde dominam as empresas Uber e Lyft.

O Didi viu o seu volume de negócios aumentar exponencialmente, após alargar este ano os seus serviços a mais de 200 localidades de tamanho médio na China, passando a estar disponível em 400 cidades do país, realça o China Daily.

Em 2015, a população online da China atingiu os 688 milhões, 90% dos quais acedem à Internet através de smartphones e de outros dispositivos móveis.

Com um valor de mercado estimado em 16,5 mil milhões de dólares, aquele aplicativo tornou-se uma das start ups mais bem-sucedidas da China nesta década.

Por sua vez, a Uber, que também opera na China, planeia expandir este ano os seus serviços a uma centena de localidades do país.

Ambas as empresas enfrentaram a oposição dos taxistas convencionais, o que provocou em anos anteriores a proibição de operarem em algumas cidades e inclusive investigações por alegada prática de concorrência desleal.

Com Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.