sicnot

Perfil

Economia

Didi, o Uber chinês, é o mais rentável do mundo

A aplicação chinesa de transporte privado Didi, fundada em 2012 e inspirada no norte-americano Uber, tornou-se em janeiro a empresa do setor mais rentável do mundo, avançou hoje o jornal oficial China Daily.

reuters

No primeiro mês de 2016, os serviços da empresa movimentaram 800 milhões de dólares (735 milhões de euros), acima dos 600 milhões que o setor movimentou nos mercados dos EUA e do Canadá, onde dominam as empresas Uber e Lyft.

O Didi viu o seu volume de negócios aumentar exponencialmente, após alargar este ano os seus serviços a mais de 200 localidades de tamanho médio na China, passando a estar disponível em 400 cidades do país, realça o China Daily.

Em 2015, a população online da China atingiu os 688 milhões, 90% dos quais acedem à Internet através de smartphones e de outros dispositivos móveis.

Com um valor de mercado estimado em 16,5 mil milhões de dólares, aquele aplicativo tornou-se uma das start ups mais bem-sucedidas da China nesta década.

Por sua vez, a Uber, que também opera na China, planeia expandir este ano os seus serviços a uma centena de localidades do país.

Ambas as empresas enfrentaram a oposição dos taxistas convencionais, o que provocou em anos anteriores a proibição de operarem em algumas cidades e inclusive investigações por alegada prática de concorrência desleal.

Com Lusa

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37