sicnot

Perfil

Economia

Caixabank e Santoro dizem que ainda não há acordo sobre o BPI

Os principais acionistas do BPI, Santoro e Caixabank, informaram hoje que estão em contacto para alcançar uma solução para banco que cumpra as regras do BCE relativas à presença em Angola, mas que até agora ainda não chegaram a acordo.

© Albert Gea / Reuters

O BPI divulgou hoje à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) duas comunicações dos seus dois principais acionistas - do espanhol Caixabank e da empresa angolana Santoro, de Isabel dos Santos - em que estes reagem às notícias divulgadas esta terça-feira dando conta de negociações entre ambos para que o BPI cumpra as regras do Banco Central Europeu (BCE), e que, ao mesmo tempo, permitam ultrapassar divergências.

O Caixabank é o principal acionista do BPI, com 44,10% do capital social, apesar de só poder exercer 20% dos votos devido à blindagem dos estatutos, enquanto a Santoro detém 18,58% do capital.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.