sicnot

Perfil

Economia

Cinquenta e quatro taxistas detidos em 2015 no Aeroporto de Lisboa por especulação

A PSP deteve no ano passado, no Aeroporto de Lisboa, 54 motoristas de táxi pela prática do crime de especulação, tendo esta semana detido já mais quatro devido ao mesmo delito, foi anunciado esta quarta-feira.

(arquivo)

(arquivo)

Num comunicado hoje divulgado, a PSP adianta que, também em 2015, "a fiscalização policial neste Aeroporto resultou na elaboração de 160 participações pela utilização de veículos ao serviço da aplicação informática Uber" (serviço privado). Este ano, "foram já elaboradas 48 participações, no que se refere ao transporte de passageiros através de viaturas associadas à Uber".

Entre segunda-feira e hoje, foram detidos no Aeroporto de Lisboa quatro motoristas de táxi por especulação, no âmbito de uma operação de fiscalização de trânsito da PSP.

A PSP adianta que "os detidos transportaram passageiros do Aeroporto de Lisboa para vários pontos da cidade e cobraram aos clientes valores superiores aos que marcavam o taxímetro".

Além dos quatro detidos, de 45, 52 e 55 anos, foram identificados 23 motoristas "ao serviço da plataforma Uber App, pela utilização de veículos para o transporte público de passageiros sem a respetiva licença".

Os quatro detidos foram apresentados para julgamento em processo sumário na Instância Local - Secção de Pequena Criminalidade, do Tribunal da Comarca de Lisboa e as viaturas foram apreendidas.

Lusa

  • "Os outros animais não vivem no mundo moral como nós"
    3:51

    País

    A presidente da associação ANIMAL, Rita Silva, tem a seu cargo o cão que, em 2013, ficou conhecido por ter estado envolvido na morte duma criança de 18 meses, em Beja. Segundo a ativista, vão continuar a acontecer episódios trágicos se a fiscalização não for reforçada e se os próprios donos não tiverem consciência da responsabilidade que implica ter um animal.

  • "Tanolas" tem cadastro criminal e já foi condenado a pena suspensa
    0:55