sicnot

Perfil

Economia

UTAO estima que défice de 2015 tenha ficado nos 3,3%, sem Banif

Os técnicos que dão apoio ao Parlamento estimam que o défice das contas públicas no ano passado tenha ficado nos 3,3%. A confirmar-se, Portugal falhou a meta de 3% com que se tinha comprometido com a União Europeia.

REUTERS

Os 3,3% previstos pela UTAO não contam com o impacto da resolução do Banif, que pode ter disparado o défice para os 4,6% do PIB. Ou seja, o país não terá saído do procedimento por défice excessivo, ao contrário do prometido pelo anterior Governo.

Na análise à execução orçamental de janeiro, os técnicos da UTAO dizem que ainda é cedo para perceber se as metas do novo orçamento poderão ser cumpridas e destacam que, este ano, o Estado vai gastar o valor mais baixo com prestações de desemprego dos últimos 8 anos.

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    Um sismo abalou esta manhã o centro de Itália, incluindo a capital, Roma, e outras localidades atingidas por uma série de tremores o ano passado. De acordo com a Reuters, o sismo teve uma magnitude de 5.7.

    Em desenvolvimento

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".