sicnot

Perfil

Economia

Acionistas aprovam entrada de mais de 90 M€ na TAP

Os acionistas da TAP aprovaram a entrada de mais 90 milhões de euros na companhia. Representantes do consórcio e do Estado estiveram reunidos esta manhã em assembleia geral, onde aprovaram a entrada do empréstimo obrigacionista. O dinheiro será emprestado pela companhia brasileira Azul, que mais tarde se poderá converter em ações da TAP.

© Rafael Marchante / Reuters

Para já, nada se altera na estrutura acionista, e fontes ligadas ao processo explicaram à SIC que não há qualquer movimento para a mudar no médio prazo.

O dinheiro estava previsto no plano de negócios dos novos donos, e vai dar à Azul 55% dos direitos económicos da TAP, caso a empresa volte a ter lucros ou seja vendida.

O Estado vai entrar com 30 milhões de euros neste empréstimo, para vir a ter 19% dos direitos. O consórcio de Pedrosa e Neeleman ficará com os restantes 26% dos ganhos económicos.

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.