sicnot

Perfil

Economia

Ex-banqueiro do JPMorgan condenado a 5 anos prisão por desvios de dinheiro

Um ex-banqueiro norte-americano do JPMorgan Chase, acusado de desviar dinheiro de clientes do banco, foi hoje condenado a cinco anos de prisão.

© Mike Segar / Reuters

Michael Oppenheim, de 49 anos, entrado no banco em 2002 e despedido há um ano, tinha sido acusado e detido em abril de 2015 pela polícia federal (FBI).

Acabou por admitir, em novembro, ter desviado "pelo menos 20 milhões de dólares" (18 milhões de euros), durante mais de três anos, a clientes riquíssimos, dos quais geria os investimentos.

O destino do dinheiro desviado foi uso em proveito próprio, designadamente a amortização do crédito imobiliário e especulação bolsista.

Além dos cinco anos de prisão, a juíza Analisa Torres, de um tribunal de Manhattan, condenou Michael Oppenheim a restituir os 20 milhões de dólares desviados ao JPMorgan.

Durante todo o julgamento, Oppenheim reclamou inocência, argumentando com uma dependência do jogo para explicar a sua conduta.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.