sicnot

Perfil

Economia

Credores da Grécia retomam negociações em Atenas

O quarteto representante dos credores da Grécia iniciou hoje em Atenas negociações com o Governo para finalizar em abril a avaliação das reformas que o país tem de aplicar, permitindo discutir um alívio da dívida.

O pagamento de cerca de 500 milhões de euros deverá acontecer assim que se adote a legislação, enquanto outros 800 milhões deverão chegar à Grécia antes de 2017. (Arquivo)

O pagamento de cerca de 500 milhões de euros deverá acontecer assim que se adote a legislação, enquanto outros 800 milhões deverão chegar à Grécia antes de 2017. (Arquivo)

© Yannis Behrakis / Reuters

Os chefes de missão das instituições credoras - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu e Mecanismo Europeu de Estabilidade - devem começar por reunir-se com o ministro das Finanças, Euclide Tsakalotos, seguindo-se um encontro com o ministro do Emprego, Georges Katrougalos.

As conversações estão centradas em questões orçamentais para que o país consiga um excedente primário de 3,5% em 2018, através de uma nova reforma fiscal e da reforma do sistema de pensões que está a ser preparada pelo Governo e que tem suscitado alguma agitação social.

Desde o início de fevereiro que a ausência de uma convergência entre as duas partes atrasou o regresso do quarteto a Atenas, apesar da impaciência do Governo liderado por Alexis Tsipras, que deseja concluir o mais depressa possível as negociações, tendo em vista evitar a falta de liquidez.

A situação foi desbloqueada na segunda-feira em Bruxelas numa reunião de ministros das Finanças da zona euro, tendo em conta o risco de uma desestabilização da Grécia devido à crise migratória.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, anunciou na ocasião que a zona euro está disponível para cumprir a "promessa" de discutir a dívida grega.

Dijsselbloem disse que havia um compromisso de longa data nesse sentido "se o Governo grego cumprisse os seus compromissos".

O FMI afirmou que só participaria neste terceiro programa de assistência financeira acordado em julho se houvesse um maior esforço de Atenas em matéria de reforma do sistema de pensões e um acordo na zona euro para um alívio da dívida grega.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.