sicnot

Perfil

Economia

Credores da Grécia retomam negociações em Atenas

O quarteto representante dos credores da Grécia iniciou hoje em Atenas negociações com o Governo para finalizar em abril a avaliação das reformas que o país tem de aplicar, permitindo discutir um alívio da dívida.

O pagamento de cerca de 500 milhões de euros deverá acontecer assim que se adote a legislação, enquanto outros 800 milhões deverão chegar à Grécia antes de 2017. (Arquivo)

O pagamento de cerca de 500 milhões de euros deverá acontecer assim que se adote a legislação, enquanto outros 800 milhões deverão chegar à Grécia antes de 2017. (Arquivo)

© Yannis Behrakis / Reuters

Os chefes de missão das instituições credoras - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu e Mecanismo Europeu de Estabilidade - devem começar por reunir-se com o ministro das Finanças, Euclide Tsakalotos, seguindo-se um encontro com o ministro do Emprego, Georges Katrougalos.

As conversações estão centradas em questões orçamentais para que o país consiga um excedente primário de 3,5% em 2018, através de uma nova reforma fiscal e da reforma do sistema de pensões que está a ser preparada pelo Governo e que tem suscitado alguma agitação social.

Desde o início de fevereiro que a ausência de uma convergência entre as duas partes atrasou o regresso do quarteto a Atenas, apesar da impaciência do Governo liderado por Alexis Tsipras, que deseja concluir o mais depressa possível as negociações, tendo em vista evitar a falta de liquidez.

A situação foi desbloqueada na segunda-feira em Bruxelas numa reunião de ministros das Finanças da zona euro, tendo em conta o risco de uma desestabilização da Grécia devido à crise migratória.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, anunciou na ocasião que a zona euro está disponível para cumprir a "promessa" de discutir a dívida grega.

Dijsselbloem disse que havia um compromisso de longa data nesse sentido "se o Governo grego cumprisse os seus compromissos".

O FMI afirmou que só participaria neste terceiro programa de assistência financeira acordado em julho se houvesse um maior esforço de Atenas em matéria de reforma do sistema de pensões e um acordo na zona euro para um alívio da dívida grega.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.