sicnot

Perfil

Economia

Portugal quer arrecadar hoje até 1.250 M€ em leilões de obrigações

Portugal vai hoje ao mercado com dois leilões de Obrigações do Tesouro, com maturidades de cinco e de dez anos, para obter até 1.250 milhões de euros, segundo a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

(Arquivo)

(Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

Na nota divulgada à comunicação social na semana passada, o IGCP adianta que as Obrigações do Tesouro que serão emitidas têm maturidade de cinco e dez anos, a 15 de abril de 2021 e 21 de julho de 2026, "com um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros".

No leilão comparável a cinco anos, que ocorreu a 22 de julho e que tinha um montante indicativo global entre os 1.000 milhões e os 1.250 milhões de euros, o IGCP conseguiu emitir 900 milhões de euros a uma taxa de 1,423%.

Já no leilão comparável a dez anos, que ocorreu a 25 de novembro com um montante indicativo entre os 750 milhões e os 1.000 milhões de euros, Portugal conseguiu colocar 995 milhões de euros a uma taxa de 2,42%.

O IGCP espera emitir, em termos brutos, 18.000 a 20.000 milhões de euros em dívida de médio e longo prazo em 2016, "combinando sindicatos e leilões" e assegurando "no mínimo" um leilão de Obrigações do Tesouro (OT) por trimestre.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.