sicnot

Perfil

Economia

Siemens vai eliminar 2.500 empregos na divisão industrial

O grupo industrial e tecnológico alemão Siemens anunciou esta quarta-feira que vai suprimir 2.500 empregos na sua divisão industrial, 2000 dos quais na Alemanha, mas prevê contratar no futuro cerca de 25 mil pessoas por ano em novos setores.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Lukas Barth / Reuters

Em comunicado, a Siemens indicou que esta reorganização surge no quadro de uma transição para "uma empresa industrial digital" e que das futuras contratações 3000 serão na Alemanha.

Mas, numa primeira fase, a empresa, que tem um total de 348.000 funcionários, vai eliminar 2.500 empregos.

Segundo a Siemens, a redução de postos de trabalho será feita de forma socialmente responsável.

"O principal objetivo desta medida prevista é consolidar as atividades e otimizar a dimensão das fábricas de produção na Europa para melhorar a competitividade num mercado que continua a ser difícil", referiu a empresa.

Lusa

  • Marcelo já teve alta após "queda abrupta de tensão"
    2:53
  • Jorge Jesus emocionado à partida para o Al Hilal
    1:26

    Desporto

    O treinador Jorge Jesus está de partida para a Arábia Saudita, onde vai orientar o Al Hilar. Este sábado, no Aeroporto de Lisboa, emocionou-se quando questionado sobre o que mais lhe custa deixar: "a família e os amigos". Mas também se mostrou certo de que em breve voltará a Portugal.

  • México bate Coreia do Sul e está quase apurado

    Mundial 2018 / República da Coreia

    O México derrotou este sábado a Coreia do Sul por 2-1, na 2.ª jornada do grupo F, e ficou perto de garantir a passagem aos oitavos-de-final.

  • Bélgica goleia Tunísia e fica muito perto dos oitavos

    Mundial 2018 / Bélgica

    A Bélgica derrotou este sábado a Tunísia por 5-2, na 2.ª jornada do grupo G, e ficou muito perto de garantir o apuramento para os oitavos-de-final do campeonato do mundo. Veja aqui os golos e os principais lances do encontro.

  • Moutinho continua sem treinar, Raphael Guerreiro recuperou
    1:35
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28
  • A opinião de Francisco Louçã
    14:51

    Opinião

    No habitual espaço de comentário semanal na Edição da Noite, Francisco Louçã analisou o Serviço Nacional de Saúde, o imposto sobre os combustíveis, a guerra entre professores e Governo e a lei das rendas.