sicnot

Perfil

Economia

Diário Económico volta às bancas na segunda-feira

O Diário Económico só regressará às bancas na próxima segunda-feira e o 'site' não será atualizado durante o dia de hoje, tendo em conta que os trabalhadores estão em greve esta quinta-feira devido aos salários em atraso e à incerteza sobre o futuro do projeto.

Numa informação disponível no 'site', a direção do Diário Económico informa que "na sexta-feira não haverá edição em papel, estando esta de regresso na próxima segunda-feira".

Além disso, "pelo mesmo motivo, o 'site' do Económico não será atualizado durante o dia de hoje, sendo retomado o funcionamento normal à meia noite", refere a nota na qual se acrescenta que "os telespetadores podem, naturalmente, continuar a acompanhar a informação económica no Etv".

A greve de 24 horas que os trabalhadores do Económico estão hoje a realizar visa o pagamento dos salários em atraso, pois "apesar da violação de que são alvo" em relação "a um direito elementar", os trabalhadores "têm assegurado o regular funcionamento da empresa", disse à Lusa o delegado sindical e membro da Comissão Instaladora da Comissão de Trabalhadores do Diário Económico, Paulo Jorge Pereira.

Na semana passada, os trabalhadores do Diário Económico, Económico TV e Economico.pt entregaram o pré-aviso de greve de 24 horas, através do SJ e do Sindicato Democrático dos Trabalhadores das Comunicações e dos Media (Sindetelco), esclarecendo que a paralisação seria desconvocada ou suspensa logo que fossem pagos os salários de janeiro.

Entretanto, a direção editorial do Económico apresentou na terça-feira a demissão do cargo, tendo o administrador Gonçalo Faria de Carvalho afirmado, numa comunicação interna, que iria procurar encontrar "com a maior brevidade possível" uma alternativa para a condução do projeto.

Na carta de demissão enviada à administração, a que a Lusa teve acesso, o diretor, Raul Vaz, e os subdiretores Bruno Faria Lopes, Francisco Ferreira da Silva e Tiago Freire afirmam que, na "sequência da comunicação de 23 de fevereiro, e na ausência de soluções para os constrangimentos às condições de trabalho no Económico então reportadas, a direção editorial apresenta a sua demissão".

"Naturalmente, e no espírito construtivo que sempre a moveu, a direção está disponível para assegurar o normal funcionamento do jornal, televisão e 'site', aguardando que a administração tome, o mais depressa possível, as decisões relativas ao futuro da direção do Económico", referem na carta.

A Ongoing Strategy Investments, 'holding' do grupo que detém o Diário Económico, entrou na semana passada em processo especial de revitalização (PER) de empresas devido às dificuldades financeiras, tendo sido nomeado já um administrador judicial provisório.

O Económico, incluindo televisão e jornal, emprega cerca de 138 pessoas.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.