sicnot

Perfil

Economia

Distribuição demarca-se de problemas que afetam suinicultores e produtores de leite

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) demarcou-se hoje das dificuldades que afetam o setor da produção de leite e suínos, salientando que a atual conjuntura só pode ser resolvida com a intervenção das autoridades nacionais e europeias.

Ricardo Gra\303\247a

Os produtores de leite e carne voltaram hoje aos protestos, depois da manifestação de suinicultores da passada sexta-feira em Lisboa, apelando à defesa da produção nacional" e contestando as "práticas comerciais abusivas" da grande distribuição.

A APED reagiu hoje, num comunicado, lembrando que a atual conjuntura "tem origem em questões relacionadas com o funcionamento do mercado nacional e europeu que só podem ser resolvidas com a intervenção das autoridades nacionais e europeias".

A associação, que representa 129 empresas do retalho alimentar e não alimentar e do comércio grossista, salientou ainda que a "distribuição não é o único 'player' relevante na formação dos preços", apontando outros fatores como a relação entre a oferta e a procura, conjuntura europeia desfavorável, o "fortíssimo" impacto do embargo russo na produção nacional e o fim das quotas leiteiras.

A APED afirma-se ainda "disponível para dialogar com os produtores e apoiar a produção nacional" e garante que cumpre a legislação em vigor quer a nível nacional, quer comunitário.

A manifestação dos produtores de leite e carne está a decorrer no mesmo dia em que o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, está em Bruxelas numa reunião dos ministros da Agricultura da União Europeia, que voltará a ter em cima da mesa o tema do leite e da carne suína.

Os produtores acusam as grandes superfícies comerciais de contribuírem "para a grave crise que arrasa a pecuária nacional" e dizem ser "indispensável a regulação legislativa e a fiscalização da atividade dos hipermercados".

O setor reclama também ao Ministério da Agricultura e ao Governo que criem "condições para escoamento, a melhores preços à produção, dos produtos agroalimentares" nacionais, desde logo o leite e a carne, e que ao mesmo tempo efetuem um "controlo severo das importações, como está a fazer a Espanha desde há meses".

O Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, levou um conjunto de propostas para reforçar o apoio aos produtores portugueses dos setores do leite e da carne de suíno.

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.