sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a cair

Os juros da dívida portuguesa estão hoje a cair em todos os prazos. Na maturidade a 10 anos, os juros estavam esta manhã abaixo dos 2,9%. A 5 anos, os juros desceram para 1,84% e os juros a 2 anos também caíram para 0,63%. Portugal está a acompanhar a tendência de outros países europeus com a Irlanda, a Itália, Espanha e Grécia.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Cerca das 8:45 de hoje em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a recuar para 2,878%, contra 2,915% na sexta-feira e 4,084% a 11 de fevereiro, um máximo desde março de 2014.

Nos últimos seis meses, os juros a dez anos desceram até ao mínimo de 2,257% a 2 de dezembro do ano passado.

No mesmo sentido, no prazo de cinco anos, os juros estavam a cair para 1,845%, contra 1,871% na sexta-feira, depois de terem subido até aos 2,768% a 11 de fevereiro, um máximo desde maio de 2014.

O valor mínimo dos últimos seis meses dos juros a cinco anos é de 0,918% e verificou-se a 2 de dezembro passado.

Os juros a dois anos também estavam a descer, para 0,631%, contra 0,644% na sexta-feira e 1,225% a 19 de fevereiro, um máximo desde junho de 2014.

Nos últimos seis meses, o valor mínimo dos juros a dois anos foi de 0,052% a 5 de janeiro.

Como os juros da Irlanda, Itália e Espanha, os da Grécia estavam a recuar a dois e a dez anos.

Com Lusa

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho