sicnot

Perfil

Economia

António Costa diz que começou novo ciclo político

O primeiro-ministro, António Costa, disse este sábado que começou um novo ciclo político para os próximos quatro anos e que é hora de olhar para o essencial, ou seja, responder aos "bloqueios estruturais" de Portugal.

© Rafael Marchante / Reuters

"Com a aprovação esta semana do Orçamento de Estado (OE) e com a entrada em funções do novo Presidente da República, concluímos e encerramos um primeiro ciclo político da maior importância", declarou António Costa hoje no Porto, durante a cerimónia inaugural das novas instalações da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC).

O primeiro-ministro afirmou que era o tempo de olhar para aquilo que é essencial, porque agora Portugal tem os "órgãos de soberania, plenamente instalados e em funções", com a "estabilidade política do país assegurada para os próximos quatro anos".

António Costa defendeu que era o Governo quem tinha de "construir as pontes necessária" para haver a "indispensável concertação social" e para que seja possível a mobilização das ações de Governo aos diversos níveis, designadamente "mobilizar a sociedade civil em torno dos grandes desafios".

Um dos setores que António Costa considera essencial é o da construção civil e informou que no próximo dia 4 de abril vai ser lançado um "conjunto de instrumentos de política centrada na regeneração urbana e na reabilitação.

"É uma dinâmica fundamental, porque é uma política que simultaneamente responde à necessidade que temos de relançar um setor essencial para a nossa economia (...) e dos poucos capazes de absorver, de um modo sustentável, o desemprego de longa duração".

O primeiro-ministro reconhecia, na terça-feira passada, dia 15, que o OE para 2016 era "particularmente ambicioso", mas que abria caminho à superação de "bloqueios estruturais" do país já identificados por instituições como a Comissão Europeia.

O chefe do Executivo desafiou hoje, no Porto, os associados da Ordem dos Contabilistas Certificados a trabalhar em conjunto com o Governo para se criar um Estado "mais eficiente" e ter empresas mais transparentes e com menos carga burocrática.

Lusa

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.