sicnot

Perfil

Economia

BCE sugere estímulo do investimento público em países como Portugal

O Banco Central Europeu (BCE) considera que o investimento público face ao Produto Interno Bruto (PIB) está na Europa em mínimos e sugere a alguns países, incluindo Portugal, que o estimulem, mas mediante uma cuidadosa seleção dos projetos.

(REUTERS/ ARQUIVO)

Num artigo no novo boletim económico do BCE, publicado esta segunda-feira, a instituição precisa que a seguir à Croácia, Portugal foi o país onde mais caiu o investimento público em relação ao PIB.

Liderada pela Croácia e Portugal, a lista onde o investimento público face ao PIB mais caiu fica completa com a Grécia, Espanha, Chipre e Irlanda, com todos os Estados incluídos a terem necessidades notáveis de consolidação orçamental e que foram penalizados pelos mercados.

No artigo no novo boletim económico do BCE, a instituição diz que "o investimento público na Europa caiu nos últimos anos, o que a leva a pedir para estimular o investimento público no atual ambiente de baixas taxas de juro".

"Desde a crise, o investimento público caiu numa série de países europeus, particularmente naqueles que estiveram pressionados pelos mercados", referem os autores do estudo Marien Ferdinandusse, Alessandro Giovannini e Ígor Vetlov.

Em contrapartida, na Bélgica, Alemanha e Áustria, que tinham níveis relativamente baixos de investimento público antes da crise, o investimento público face ao PIB não caiu nem aumentou.

O investimento público face ao PIB aumentou nalguns países do Leste da União Europeia (UE), que beneficiaram com os fundos de coesão devido à integração como a Letónia, Polónia, Roménia e Bulgária.

O BCE adverte que se se mantiverem os baixos níveis de investimento público durante um período de tempo prolongado pode produzir-se uma deterioração do capital público e uma diminuição da produção a longo prazo.

Um acréscimo do investimento público financiado com dívida tem efeitos positivos na procura com pouco efeito na taxa de endividamento se os projetos de investimento forem selecionados com cuidado, segundo os autores, que usaram modelos de simulação para os cálculos.

Estimular o investimento público é uma forma de aumentar a procura a curto prazo e a produção potencial.

Contudo, o BCE recorda que as posições orçamentais de muitos países da UE continuam a ser precárias e o Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC) exigem uma maior consolidação orçamental em muitos destes países.

Em nove países da UE, designadamente Bulgária, Alemanha, Espanha, França, Itália, Luxemburgo, Polónia, Eslováquia e Reino Unido, garantiram cerca de 43.000 milhões de euros para cofinanciar projetos do Fundo Europeu de Investimento Estratégico para mobilizar investimento privado, mas nenhum contribuiu diretamente para o capital do fundo.

O denominado Plano Juncker é um pacote de medidas para gerar entre 2015 e 2017 investimento público e privado na economia real por, pelo menos, 315.000 milhões de euros, 2% do PIB da UE em 2015.

O investimento público e privado caiu nos anos posteriores à crise financeira e à crise da dívida soberana.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.