sicnot

Perfil

Economia

Oito em cada dez camiões estão a abastecer em Espanha

A Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) revelou hoje que 80% dos camiões dos seus associados estão a abastecer em Espanha, devido ao preço mais baixo dos combustíveis no país vizinho.

O camião foi encontrado abandonado no dia 27 de agosto, ao final da manhã, na berma de uma autoestrada perto de Parndorf, não muito longe da fronteira com a Hungria. (Arquivo)

O camião foi encontrado abandonado no dia 27 de agosto, ao final da manhã, na berma de uma autoestrada perto de Parndorf, não muito longe da fronteira com a Hungria. (Arquivo)

© Pascal Rossignol / Reuters

"Atualmente, Espanha é o país que mais garante o abastecimento aos transportadores portugueses", denunciou hoje a Antram, que fez um levantamento junto dos seus associados, segundo o qual cerca de 80% dos camiões nacionais abastecem no país vizinho.

Num total de 15.000 camiões de transporte de mercadorias dos associados da Antram, cerca de 12.000 estão a abastecer em Espanha, adianta a associação, com base num inquérito realizado recentemente junto das empresas que representa, explicou à Lusa o presidente da Antram, Gustavo Paulo Duarte.

"Apenas 10% o fazem em Portugal, seguido de França e Alemanha, com 5% cada", revela o mesmo inquérito às empresas de transporte de mercadorias, após o aumento do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos em seis cêntimos por litro de gasóleo e de gasolina, em vigor desde meados de fevereiro.

Depois de falhadas as tentativas de negociação com o Governo, através do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, para minimizar o impacto do aumento do ISP, a Antram tem nova reunião agendada para 30 de março, com o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita.

A Antram antecipa que a justificação do Governo para a medida se mantenha - compensar a queda preço do petróleo nas contas públicas: "Acontece que esta baixa se reflete em todos os países e, se em Portugal a carga fiscal for superior, as empresas portugueses deste setor terão necessariamente um custo de produção superior aos demais concorrentes europeus".

Na sequência dos encontros, o Governo propôs uma majoração do custo com o combustível em 20%, em sede de IRC, o que a Antram rejeitou por considerar que "não permite atingir o valor que as empresas terão que suportar com o aumento do ISP".

Mais do que não sofrer este agravamento, as associações querem que o preço dos combustíveis, que representa 35% dos custos das empresas do setor, seja equiparado ao praticado em Espanha, o que deverá ocorrer através da devolução do ISP, com base no consumo real de combustível.

Lusa

  • Cada vez mais portugueses abastecem em Espanha
    1:59

    Economia

    Com o aumento do preço dos combustíveis cada vez mais portugueses atravessam a fronteira para abastecer em Espanha. Se algumas bombas de combustível do lado português já quase não têm clientes, a presença de matrículas portuguesas no país vizinho é uma constante.

  • Abastecer em Espanha rende 20 euros num depósito de um carro
    2:23

    Economia

    Para os portugueses que vão abastecer de combustível a Espanha a diferença de preços é compensadora. A diferença pode chegar aos 20 euros por depósito num automóvel e aos 300 euros num camião. Neste altura, os condutores portugueses estarão já a deixar cerca de um milhão de euros por dia nos postos de combustível do outro lado da fronteira.

  • Portugueses ignoram apelo do ministro e abastecem em Espanha
    3:17

    Economia

    O apelo lançado aos portugueses pelo ministro da Economia, para que não abasteçam em Espanha, não convenceu os automobilistas. Quem vive perto da fronteira continua a ter vantagem em abastecer do lado de lá. O gasóleo é mais barato, em média, 25 cêntimos e a gasolina 30.

  • As diferenças de abastecer em Portugal ou em Espanha
    3:06

    Economia

    O agravamento do imposto sobre os combustíveis acentuou ainda mais a diferença de preços entre Portugal e Espanha. Quem vive junto da fronteira tem agora uma vantagem ainda maior se abastecer do lado de lá. A diferença média no preço do gasóleo é de 25 cêntimos e chega a ser de 30 na gasolina.

  • "Estamos vivos"
    11:41

    Reportagem Especial

    Os incêndios de 15 de outubro provocaram sete milhões de euros de prejuízos em empresas da região Norte. Castelo de Paiva foi o concelho mais atingido, o fogo destruiu várias casas e empresas que davam trabalho a cerca de 200 pessoas. Um mês depois do incêndio, a Reportagem Especial da SIC foi ver o que está a ser feito para ajudar a população.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39

    Operação Marquês

    A Caixa Geral de Depósitos tentou cortar para metade o salário do presidente do Conselho de Administração de Vale do Lobo, mas não conseguiu. Diogo Gaspar Ferreira ganhava 420 mil euros por ano, quando o empreendimento estava enterrado em dívidas. A Autoridade Tributária estima também que o arguido da Operação Marquês não tenha declarado 400 mil euros pagos pelo aldeamento.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Político oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50