sicnot

Perfil

Economia

Easyjet avalia rotas suspensas pela TAP no aeroporto do Porto

A companhia aérea Easyjet está a avaliar as rotas que a TAP vai suspender a partir do próximo fim de semana, depois da concorrente Ryanair já ter anunciado que vai operar a ligação a Milão. A partir de 27 de março, a companhia aérea portuguesa TAP suspende ligações diretas para Barcelona, Bruxelas, Roma e Milão.

(AP/Arquivo)

(AP/Arquivo)

dapd

"Estamos a olhar para o mercado e para oportunidades que estão a surgir para continuar a história de êxito no aeroporto do Porto", disse à Lusa o diretor comercial da Easyjet em Portugal, José Lopes, quando questionado sobre o interesse nas quatro rotas suspensas pela transportadora nacional.

Um ano após a abertura da base no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, a companhia aérea britânica transportou mais de um milhão de passageiros de e para o Porto, tendo como meta crescer 40% em 2016 para os 1,4 milhões de passageiros.

"Além das rotas que normalmente analisamos em todas as temporadas, logicamente quando existem grandes alterações no mercado, como é o caso, também olhamos para essas rotas. Está a ser fruto de análise e atempadamente vamos tomar decisões sobre esse tema", declarou o responsável da Easyjet .

Em janeiro, a TAP anunciou a suspensão das ligações diretas do Porto para Barcelona (Espanha), Bruxelas (Bélgica) e Roma e Milão (Itália) a partir de 27 de março, alegando que estas rotas são deficitárias.

Em declarações à Lusa, José Lopes afirmou que "o aeroporto do Porto é estratégico para a companhia" de baixo custo, o que levou ao reforço da frota com um terceiro avião e ao lançamento de uma nova rota para o Funchal, a partir de maio.

Questionado sobre o desafio lançado pela Câmara do Porto à Ryanair, de substituir os voos cancelados pela TAP, o diretor comercial da Easyjet disse que não vê "necessidade" de "ser chamado por terceiras partes para tomar decisões".

"Não vimos como uma necessidade ser chamado por terceiras partes para tomar decisões. Havendo oportunidades que nos pareçam interessantes iremos avançar nesse sentido", acrescentou.

Em novembro, a Easyjet anunciou a decisão de instalar um terceiro avião em permanência na base do Porto, um Airbus 320, num investimento aproximado de 75 milhões de euros, com o objetivo de aumentar o número de frequências e operar a nova rota com destino ao Funchal, que terá quatro frequências semanais.

Entre pilotos e pessoal de cabine, o reforço da operação no Porto levou à criação de 40 postos de trabalho diretos.

Com Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.