sicnot

Perfil

Economia

CGTP elogia reposição dos feriados mas exige 25 dias úteis de férias

A CGTP considerou hoje que a reposição dos quatro feriados, eliminados em 2012, é uma "medida de justiça social", mas voltou a exigir a restituição dos 25 dias úteis de férias e a revogação das leis laborais recentes.

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP.

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP.

In\303\241cio Rosa

Em comunicado hoje emitido, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - CGTP afirma que a reposição dos feriados já este ano "é o resultado prático da luta desenvolvida pelos trabalhadores e trabalhadoras nos últimos anos" e "vem demonstrar que os compromissos eleitorais podem e devem ser cumpridos".

Para a CGTP, esta decisão "contrasta com situações anteriores de promessas eleitorais que rapidamente não só foram esquecidas como traídas após a chegada de alguns desses partidos ao Governo".

O primeiro-ministro assinalou hoje o reposição dos quatro feriados nacionais que foram suspensos em 2012, no âmbito do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal (PAEF): dois feriados civis (5 de Outubro e 1.º de Dezembro) e dois religiosos (Corpo de Deus e Todos dos Santos).

A CGTP defende que estes feriados agora repostos "têm um significado histórico, político e/ou religioso por serem datas marcantes do país, da nossa identidade, cultura e valores históricos", os quais "não devem ser espezinhados pelo mero cálculo económico-financeiro".

"A recuperação dos feriados vem mostrar, mais uma vez, que não há inevitabilidades e que vale a pena continuar a lutar pela valorização do trabalho e a dignificação dos trabalhadores, indissociáveis de uma efetiva mudança de política", afirma a central sindical.

No entanto, a CGTP voltou a referir outras exigências que continuam a estar na lista das reivindicações da central sindical, recordando "a importância da restituição dos 25 dias de férias e a revogação das alterações da legislação laboral ocorridas nos últimos anos".

Para a CGTP, estas alterações laborais "eliminaram ou enfraqueceram direitos individuais e coletivos dos trabalhadores" e, por isso, "a correção dessas injustiças impõe-se com igual força e o quanto antes".

Lusa

  • Hoje é notícia 

    País

    O PSD leva a debate parlamentar a reprogramação do atual quadro comunitário, desafiando os partidos a pronunciarem-se sobre a proposta inicial do Governo, que considera "não servir o país". Os parceiros sociais e o Governo reúnem-se na Concertação Social para discutirem o Programa Nacional de Reformas. O Sporting de Braga procura alcançar o Sporting no 3º lugar da I Liga, ao defrontar o Marítimo na abertura da 31.ª jornada.

  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01

    País

    Dezassete anos depois, Lisboa vai ter as primeiras salas de consumo assistido, vulgarmente conhecidas como salas de chuto. O objetivo é apoiar os mais de 1400 toxicodependentes sinalizados e evitar a propagação de doenças.

  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC