sicnot

Perfil

Economia

Maria Luís Albuquerque ouvida no Parlamento esta quarta-feira

NOTÍCIA SIC

A antiga ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque é ouvida esta quarta-feira na subcomissão de etica no Parlamento, a propósito da sua contratação pela empresa britânica Arrow.

© Hugo Correia / Reuters

A audição de Maria Luís Albuquerque está marcada para as 9:30.

Entretanto, o Governo concluiu que a ex-ministra não interveio no sentido na atribuição de benefícios fiscais à Arrow Global, a empresa onde agora trabalha.

Num relatório enviado à subcomissão de ética, a que a SIC teve acesso, as Finanças dizem que esses benefícios foram dados a duas subsidiárias do grupo de forma automática e antes de terem sido compradas pela Arrow.

A White Star e a Gesphone receberam quase 424 mil euros em benefícios fiscais que, segundo o mesmo relatório, estão dentro da lei.

As Finanças garantem que Maria Luís não celebrou contratos nesse sentido, o que podia implicar incompatibilidade de funções, já que agora é administradora não executiva da Arrow.

Ainda assim, o Governo sublinha que esta informação se refere a estas duas empresas em concreto e que não foram avaliadas as restantes do grupo Arrow.

Última atualização às 23:28

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46