sicnot

Perfil

Economia

Banco de Portugal piora previsões de crescimento da economia

Banco de Portugal piora previsões de crescimento da economia

A economia portuguesa deve crescer este ano menos do que estava previsto. Pelas novas contas do Banco de Portugal, o consumo das famílias não deve chegar para compensar a quebra no ritmo do investimento e das exportações.

Na nota sobre as projeções para a economia portuguesa 2016-2018 publicada hoje, com informação até 17 de março, incluindo, assim, o Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), o banco central estima agora que o Produto Interno Bruto (PIB) avance 1,5% este ano, 1,7% em 2017 e 1,6% em 2018.

No Boletim Económico divulgado em dezembro, o BdP previa um crescimento económico de 1,7% este ano e de 1,8% em 2017, admitindo um "grau de incerteza particularmente elevado" na projeção devido à inexistência do OE2016 na altura.

Assim, a instituição liderada por Carlos Costa mostra-se mais pessimista do que o Governo e os credores internacionais, uma vez que o executivo espera que a economia portuguesa cresça 1,8% este ano, a Comissão Europeia prevê um avanço de 1,6% do PIB e o Fundo Monetário Internacional (FMI) de 1,5%, embora não considerem ainda a versão final do OE2016.

O Banco de Portugal justifica a estimativa de um crescimento de 1,5% para este ano -- que, a confirmar-se, será semelhante ao de 2015 -- com o "quadro de deterioração do enquadramento internacional, de desaceleração do investimento empresarial e de resiliência do consumo privado corrente".

Segundo o BdP, a economia portuguesa deverá acelerar para 1,7% em 2017, devido ao "dinamismo do investimento e das exportações", e abrandar para 1,6% em 2018, traduzindo "a manutenção de constrangimentos estruturais sobre o crescimento potencial da economia portuguesa, com destaque para o elevado endividamento dos setores privado e público".

O Banco de Portugal mantém a estimativa do contributo da procura interna para o crescimento do PIB em 2016, em 0,9 pontos percentuais, e reduz o contributo das exportações para 0,6 pontos percentuais (quando em dezembro este contributo era de 0,8).

Portugal deverá fechar 2016 com contas externas positivas de 2,9% do PIB, sendo que o BdP reviu em alta a previsão do saldo da balança corrente e de capital para este ano em 0,4 pontos percentuais face a dezembro.

Por outro lado, o BdP reviu em baixa a estimativa para o índice harmonizado de preços no consumidor, de 1,1% para 0,5% este ano e de 1,6% para 1,4% em 2017.

  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.