sicnot

Perfil

Economia

Presidente da TAP acusa Rui Moreira de aproveitamento político

Presidente da TAP acusa Rui Moreira de aproveitamento político

O presidente da TAP acusou o presidente da Câmara do Porto de ter mudado de opinião quanto à supressão das quatro ligações aéreas a partir do aeroporto Sá Carneiro apenas "por razões políticas", noticia hoje o Jornal de Notícias.

"Rui Moreira disse que a ponte aérea era ótima notícia", revela hoje a manchete do Jornal de Notícias, com Fernando Pinto a adiantar que o autarca Rui Moreira está a aproveitar-se da companhia aérea para tirar proveitos políticos.

Na entrevista ao JN, Fernando Pinto revela não compreender "a guerra" que o autarca do Porto está a fazer contra a TAP, principalmente com a publicação do livro "TAP -- Caixa Negra", da sua autoria, além de que segundo afirma, quando lhe apresentou o plano estratégico da empresa para o Porto este terá dito que era uma ótima notícia.

"Respeito muito o doutor Rui Moreira, mas dizer que faria tudo para prejudicar a TAP (...) não acredito que seja sincero e acho que ele não tem ideia do quão importante a empresa é para todos nós e para Portugal", sublinhou Fernando Pinto ao diário.

O presidente executivo da TAP revela ainda na entrevista que reuniu com Rui Moreira para lhe apresentar o plano de supressão de quatro rotas para a Europa a partir do aeroporto Porto e a criação de uma ponte aérea entre a cidade portuense e Lisboa, assegurando que o autarca reagiu de forma positiva.

Fernando Pinto adianta ter ficado surpreendido com a reação de Rui Moreira, por saber tratar-se de um plano que poderia ser criticado, mas ao contrário do esperado revela que o autarca "não deu grande importância".

"Esses voos já são servidos pelas 'low-cost', não há grande problema, ainda em que vão manter o longo curso e a ponte aérea é uma ótima noticia porque os empresários podem vir de qualquer lugar da Europa em voos constantes", terá dito Rui Moreira na ocasião a Fernando Pinto, de acordo com o relato deste ao Jornal de Notícias.

Segundo o presidente executivo da TAP, a "guerra" terá começado depois daquela reunião, sucedendo-se os ataques.

Fernando Pinto revela ter ficado "muito preocupado", afiançando ter trabalhado muito para evitar um conflito, mas adianta que a TAP "pela visibilidade que tem, é muito usada como arma de arremesso político".

  • Rui Moreira lança livro "TAP-Caixa Negra"
    2:09

    País

    A guerra do presidente da Câmara do Porto com a TAP conhece amanhã um novo capítulo. Rui Moreira vai lançar um livro sobre os bastidores das batalhas travadas pelo autarca para que a transportadora aérea permanecesse no aeroporto Sá Carneiro.

  • Tap inaugura ponte aérea entre Porto e Lisboa
    2:28

    Economia

    A TAP inaugura hoje 18 ligações diárias entre Lisboa e Porto. A inauguração do novo serviço coincide com o encerramento de rotas da TAP de e para duas cidades. A Câmara do Porto diz que a companhia aérea vai suprimir 74 voos internacionais por semana com partida do norte do país.

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.