sicnot

Perfil

Economia

Transportadores reúnem-se com Governo à espera de solução para ISP

A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) volta hoje a reunir-se com o Governo para negociar formas de minimizar o impacto do aumento do Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos e Energéticos (ISP).

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A convocação desta reunião, agendada para as 17:30, na presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa, levou a associação a cancelar uma marcha lenta de camiões em todo o território nacional.

"A marcha lenta foi suspensa, uma vez que o executivo alargou o âmbito da reunião, agendada para 30 de março, a outras pastas do Governo. O encontro contará, assim, não só com o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, mas também com o ministro das Finanças, o ministro da Economia, o ministro do Ambiente e as respetivas Secretarias de Estado", referiu numa nota a ANTRAM.

No dia 21 de março os transportadores rodoviários de mercadorias anunciaram endurecer o protesto com uma marcha lenta contra o aumento do ISP em seis cêntimos por litro de gasóleo e de gasolina, em vigor desde meados de fevereiro, que "compromete a competitividade do setor e, consequentemente, a sobrevivência das empresas e a manutenção dos postos de trabalho".

O Governo propôs às empresas uma majoração do custo com o combustível em 20%, em sede de IRC, o que a ANTRAM rejeitou por "não permitir atingir o valor que as empresas terão que suportar com o aumento do ISP".

Mais do que não sofrer este agravamento, as associações querem que o preço dos combustíveis, que representa 35% dos custos das empresas do setor, seja equiparado ao praticado em Espanha, o que deverá ocorrer através da devolução do ISP, com base no consumo real de combustível.

Lusa

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Prioridades para a CGD: cortar custos e aumentar receitas
    2:16

    Caso CGD

    O principal objetivo do plano estratégico para a Caixa Geral de Depósitos, a que a SIC teve acesso, é cortar custos e aumentar receitas. A grande aposta da nova administração passa por apertar as regras para emprestar dinheiro e, por outro lado, recuperar o crédito que não está a ser pago.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.