sicnot

Perfil

Economia

FMI pessimista diz que crescimento de Portugal será de 1,4% do PIB

O FMI é ainda mais pessimista do que o Banco de Portugal e aponta para um crescimento de apenas 1,4% do PIB este ano. Enquanto isso, a instituição liderada por Carlos Costa, acredita que será 1,5%.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Kim Kyung Hoon / Reuters

O Governo colocou no Orçamento do Estado uma previsão de subida do crescimento económico para 1,8%.

Valor que volta a ser apontado pelas instituições internas e externas como muito otimista.

No relatório agora divulgado e que faz o balanço da terceira visita depois de terminado o programa de resgate, o FMI destaca ainda o valor do défice, que no passado fixou-se nos 4,4%, muito acima dos 2,7% previstos inicialmente.

Ainda assim são assinalados aspetos positivos como a estabilização da economia, apesar de desafios consideráveis, como o elevado nível da dívida, pública e empresarial.

O relatório deixa por isso uma sugestão: o Governo deve continuar a adotar políticas e reformas prudentes, algumas entretanto revertidas pela mudança de política mas necessárias para garantir a sustentabilidade das finanças públicas.

.

  • Europa num clima de tensão parecido ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra Mundial
    2:18

    Mundo

    O populismo e a demonização do outro estão a conduzir a Europa a um clima de tensão semelhante ao dos anos que antecederam a 2.ª Guerra mundial. A conclusão é do relatório anual da Amnistia internacional, que denuncia ainda que 2016 foi um ano de "implacável miséria e medo" para milhões de pessoas. Embalados pelo discurso do medo, vários governos recuaram nos direitos humanos.