sicnot

Perfil

Economia

Salário dos trabalhadores da EDP aumenta 1,3% em 2016

Os trabalhadores do grupo EDP vão ter um aumento salarial de 1,3% e receber um prémio de produtividade de 190 euros, segundo o acordo fechado entre a administração e os sindicatos.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O acordo, fechado ao fim de dois meses de negociações, prevê um aumento de 1,3%, com arredondamento ao euro superior, um prémio de produtividade de 190 euros pagos de uma só vez a todos os trabalhadores no ativo à data da celebração do presente acordo, desde que com mais de seis meses de permanência ao serviço em 2015, sem faltas injustificadas e com avaliação de desempenho igual ou superior a adequado.

A nova tabela salarial tem ainda um acréscimo de 1,3% aos atuais valores mínimos e máximos dos subsídios de turno e folgas rotativas e um subsídio de alimentação de 11,09 euros.

A EDP fechou 2015 com lucros atribuíveis aos acionistas de 913 milhões de euros, menos 12% face aos 1.040 milhões de euros em 2014, divulgou hoje a elétrica liderada por António Mexia.

Os resultados antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) atingiram os 3.924 milhões de euros em 2015, mais 8% em termos homólogos, sendo que no mercado Ibérico o EBITDA caiu 9%, para 1.924 milhões de euros.

Lusa

  • Acionistas da EDP querem aumentar salários da administração já este ano
    1:13

    Economia

    António Mexia, presidente do conselho de administração da EDP, pode vir a ganhar 2,5 milhões de euros este ano e no próximo. É um aumento que pode chegar aos 600 mil euros. Ex-ministros, que agora estão nos órgãos superiores da elétrica, também vão ser aumentados. Os acionistas da EDP querem aumentar salários da administração já este ano.