sicnot

Perfil

Economia

Câmara de Lisboa apresenta hoje projeto de arrendamento a "preços controlados"

A Câmara de Lisboa apresenta hoje um programa de arrendamento a "preços controlados" para permitir o regresso de famílias da classe média à cidade, com casas em locais como o Vale de Santo António e Colina de Santana. De acordo com informação da autarquia, o objetivo "é criar mais de 5.000 fogos para arrendar a preços acessíveis".

Ao mesmo tempo, a intervenção permitirá regenerar os locais para onde se projetam as casas, como é o caso do Vale de Santo António, na freguesia da Penha de França, "uma zona esquecida da cidade", segundo o município.

A apresentação do Programa Renda Acessível, que se realiza nos Paços do Concelho, ocorre no dia em que se assinala um ano desde a tomada de posse do socialista Fernando Medina à frente da Câmara de Lisboa, após a saída de António Costa.

No seu discurso de tomada de posse, Fernando Medina anunciou a criação deste projeto e estabeleceu a habitação social como uma prioridade para o mandato.

"Assumiremos como prioridade, até ao final deste mandato, lançar um vasto programa de habitação a renda acessível, que permita numa primeira fase que 5.000 famílias da classe média possam voltar a morar na cidade por uma renda abaixo do salário mínimo nacional", disse na ocasião.

Entretanto, em outubro passado, o executivo municipal (de maioria PS) aprovou o início da reabilitação urbana na Rua de São Lázaro e na Rua das Barracas, na Colina de Santana, para depois avançar nestes locais com o programa de habitações com renda acessível.

Além destas freguesias - de Arroios e da Penha de França -, o programa deverá estender-se a Benfica (na Avenida Marechal Teixeira Rebelo, próximo do Centro Comercial Colombo) e a Marvila (na Quinta do Marquês de Abrantes e Alfinetes), para onde se preveem, respetivamente, 869 e 621 fogos.

Em causa estão parcerias do município com o setor privado, de acordo com a Câmara de Lisboa.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47