sicnot

Perfil

Economia

Governo quer atribuir este ano 450 M€ de incentivos às empresas

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, revelou hoje que o Governo conta atribuir até ao final do ano 450 milhões de euros de incentivos às empresas e defendeu a criação de "consórcios de investimento".

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

TIAGO PETINGA/ LUSA

Em entrevista ao Jornal de Negócios, o ministro afirmou que, no âmbito do programa Portugal 2020, o Governo quer chegar ao final de 2016 com o pagamento às empresas de um total de 450 milhões de euros, "bastante acima do valor comparável do QREN [Quadro de Referência de Estratégia Nacional]".

Quanto ao Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), conhecido como Plano Juncker, Pedro Marques afirmou que o Governo quer "trabalhar com as confederações para criar consórcios de investimento".

É que aquele fundo só aceita candidaturas de projetos privados e superiores a 25 milhões de euros; daí a proposta de criação de consórcios, com "projetos de investimento na mesma tipologia, que possam ser apresentados com uma roupagem única, como um bloco único".

"As características do Plano Juncker não estão feitas para o investimento de países pequenos, periféricos e ainda em esforço de convergência", disse o ministro na entrevista.

Lusa

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.